MPF de olho nas atividades da Polícia Federal, em Tabatinga

Em portaria, MPF pede que a Superintendência da PF informe, em até dez dias, quando irá regularizar a situação dos coletes, placas balísticas, spray de pimenta e outros itens necessários que estão vencidos

Da Redação / redacao@diarioam.com.br

Manaus – O Ministério Público Federal (MPF) no Amazonas vai investigar as atividades realizadas pela Polícia Federal, em Tabatinga. Em portaria publicada, nesta terça-feira (15), o MPF pede que a Superintendência da PF informe, em até dez dias, quando irá regularizar a situação dos coletes, placas balísticas, spray de pimenta e outros itens necessários que estão vencidos.

A PF deve informar, ainda, quais e critérios utilizados para liberar servidores para realizarem missões no interesse de outras delegacias, visto que foi observado que o escritório de análises possui quatro servidores e atualmente conta com apenas um. E envie uma relação, mês a mês, contendo todos os servidores liberados para realizar missões fora, nos últimos 24 meses.

A portaria, assinada pelo procurador da República Alexandre Aparizi determina, ainda, que a Superintendência informe se toda saída de viatura é registrada contendo: o nome do condutor, dia e hora da saída com a respectiva chegada, seja no sistema próprio da PF, seja por meio físico (registro em papel).

Lei Maria da Penha
O Ministério Público do Amazonas criou um grupo de trabalho para realizar cadastro dos processos em trâmite nas Promotorias de Justiça com atuação junto à Vara Especializada no Combate à Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher. O grupo terá 30 dias para realizar os trabalhos.

PACs
O número de atendimentos realizados nos Pronto-Atendimento ao Cidadão (PAC) do Amazonas nos quatro primeiros meses deste ano reduziram 14% em comparação com o mesmo período do ano passado, segundo dados da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc). Entre janeiro e abril deste ano, foram registrados 320.190 atendimentos nos PACs.

Água filtrada
Bares, restaurantes e hotéis de Manaus podem ser obrigados a fornecer água filtrada aos clientes, caso projeto de lei com esta proposta seja aprovado na Câmara Municipal de Manaus (CMM). Apresentado pelo vereador Marcelo Serafim, o projeto define que estabelecimentos que atendam mais de 200 consumidores ao dia forneçam água filtrada a seus clientes, de forma gratuita.

Arquivado inquérito contra governador de SP
O procurador-geral de Justiça de SP, Gianpaolo Poggio Smanio, determinou o arquivamento de inquérito contra o governador Márcio França (PSB). Ele era investigado sob suspeita de participação em um esquema de fraude em licitações e superfaturamento.

Bancada do MDB quer dar uma força a Meirelles
A bancada do MDB no Senado quer dar uma força para a pré-candidatura de Henrique Meirelles à Presidência da República. Integrantes da bancada pediram à líder do partido, Simone Tebet (MS), que o convidasse para dar uma palestra sobre cenário econômico.