Norte se preocupa menos com o controle dos gastos públicos

Na média nacional, os brasileiros consideram muito importante que um candidato a presidente defenda o controle dos gastos públicos

Da Redação / redacao@diarioam.com.br

Manaus – As regiões Norte e Centro-Oeste do Brasil têm o menor percentual entre os eleitores que avaliam como muito importante que o candidato à presidência da República defenda o controle dos gastos públicos: 77%, contra 88% na Região Sudeste, 84% na Região Nordeste e 82% na Região Sul, segundo a pesquisa Retratos da Sociedade Brasileira – Perspectivas para as eleições de 2018, feita pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) em parceria com o Ibope, divulgada neste terça-feira (13).

Na média nacional, os brasileiros consideram muito importante que um candidato a presidente defenda o controle dos gastos públicos: 84% consideram muito importante que o candidato defenda o controle dos gastos públicos. Para 87% dos brasileiros é muito importante que o candidato à Presidência da República seja honesto e não minta na campanha. Para 84%, é muito importante que nunca tenha se envolvido em casos de corrupção. A pesquisa aponta, ainda, que 66% preferem votar em um candidato honesto, mesmo que defenda políticas com as quais ele não concorda.

Presídios na mira
A operação Pão Nosso, da Polícia Federal, ontem, que desbaratou esquema de corrupção em presídios do Rio levantou alerta no Amazonas, com a situação da Umanizzare.

Cobrança de omissão
O Ministério Público do Estado não se manifestou sobre a denúncia do deputado estadual Serafim Corrêa (PSB) de que há omissão com relação à indicação de Samuel Hanan, sócio de Amazonino Mendes à Cigás.

Revelações do muro
O deputado Sabá Reis (PR), da base de oposição, anunciou para hoje um pronunciamento com “dados reveladores ” sobre a construção do muro na casa de Amazonino Mendes.

Omar com Temer
Após encontro com Michel Temer, nesta semana, o senador Omar Aziz (PSD) disse: “O presidente não fala em reeleição, não. Ele fala sobre tudo, mas nem cogita o assunto”.

Correição em Beruri
Até amanhã, a população de Beruri poderá dar informações e sugestões sobre a atuação do Ministério Público no município, na correição que está sendo realizada e que encerra hoje.

Calmon: Judiciário blindado contra a operação Lava Jato
A ex-ministra do STJ Eliana Calmon disse que os advogados dos delatores impedem que os criminosos entreguem magistrados. Segundo ela, os integrantes da Lava jato dizem que os próprios advogados dos colaboradores não querem que os seus clientes falem sobre os juízes.

‘Bolsonaro vai ganhar’, afirma Nizan Guanaes
“Eu não sou Bolsonaro. Eu acho que vai ganhar. Do jeito que as coisas estão caminhando, ele é um fortíssimo candidato”, disse o publicitário Nizan Guanaes, que anunciou sua candidatura a deputado federal, mas depois
desistiu do projeto.