Norte tem o maior índice contra porte legal de arma

A pesquisa do Datafolha também verificou que o apoio à pena de morte é menor entre quem tem Ensino Superior (50%)

A Região Norte registrou o maior percentual de contrários ao porte legal estendido a todos os cidadãos (59%), entre as regiões do País, na última pesquisa Datafolha, divulgada no último fim de semana. Segundo a pesquisa, 56% dos entrevistados em todo o Brasil se disseram contrários. O Datafolha entrevistou 2.765 brasileiros em 192 municípios nos dias 29 e 30 de novembro passado, e a margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

O Datafolha também fez a análise por religião: os que mais defendem a punição são os católicos (63%) e os mais reticentes são os ateus (apenas 46% defendem). Em relação aos presidenciáveis, 72% dos simpatizantes do deputado Jair Bolsonaro declararam apoio à medida.

Entre homens e mulheres, elas são mais refratárias ao porte de armas (65%). A pesquisa também verificou que o apoio à pena de morte é menor entre quem tem Ensino Superior (50%). Entre os que tem renda média de até cinco salários-mínimos, a defesa da pena de morte é feita por 58%.

Diárias governamentais
Em 2017, os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário do Amazonas, pagaram, no total, R$ 19,7 milhões em diárias, segundo o portal da transparência do Estado.

Dívidas na Seduc
O Governo do Amazonas empenhou, em 2017, R$ 13,7 bilhões e pagou R$ 12,6 bilhões. A maior parte do que ficou para pagar depois são contas da Secretaria de Educação.

Contas da Afeam 1
O Tribunal de Contas do Estado (TCE) julgou irregular a prestação de contas de 2014 da Agência de Fomento do Estado (Afeam), sob a responsabilidade de Evandor Geber Filho.

Contas da Afeam 2
O Tribunal aplicou multa de R$ 13.152,37 a Evandor e determinou à Afeam que faça estudo de descontinuidade de ser coobrigada na garantia de operações de crédito da Brasjuta.

AADC de 2012
O ex-presidente da Agência Amazonense de Desenvolvimento Cultural (AADC) Ademar Teixeira também teve as contas de 2012 julgadas irregulares pelo TCE , com multas que somam R$ 25 mil.

Mudança na Sejusc
O controlador-geral do Estado, Arthur Zahlut Lins, vai acumular o cargo de secretário de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania, em substituição a Clizaresde Santana, que tem pretensões eleitorais.

Sociedade anônima
Em setembro de 2016, a Umanizzare passou de sociedade limitada para anônima, “para preservar a segurança de seus sócios”. No registro da empresa há duas responsáveis legais, uma em Fortaleza e outra em Goiânia.

Corrupção é maioria
De acordo com o governo federal, 66% dos servidores expulsos em 2017 cometeram atos de corrupção. Foram 506 demissões, cassações de aposentadoria e destituição de comissionados.

Novos desembargadores
O Tribunal de Justiça do Estado publicou edital tornando públicas as vagas para desembargadores, uma por critério de antiguidade outra por merecimento. Os candidatos têm prazo de 15 dias para se inscreverem.

Fornecedor fala em caixa 2 na eleição de Eunício

Em depoimento à Procuradoria Geral da República, o empresário Paulo Roberto Alves dos Santos, do Instituto Campus, disse ter recebido R$ 4 milhões da campanha de Eunício Oliveira (PMDB-CE) ao Governo do Ceará, em 2014, por meio de caixa dois, via a Hypermarcas e a JBS.

Valéria Monteiro pode se lançar à Presidência
A campanha presidencial de 2018 pode ganhar mais uma candidata, a ex-apresentadora do ‘Fantástico’ Valéria Monteiro. Na sexta-feira, ela se filia ao PMN, na Câmara de Vereadores de São Paulo. E dirá na cerimônia que é pré-candidata a presidente.