Plano aumenta renda a famílias de áreas estratégicas na Amazônia

O governo brasileiro apresentou o Planaveg, para tentar recuperar 12 milhões de hectares de florestas nativas até 2030 | Claro & Escuro

Da Redação / redacao@diarioam.com.br

Plano aumenta renda a famílias de áreas estratégicas na Amazônia

O governo brasileiro apresentou o Plano Nacional de Recuperação da Vegetação Nativa (Planaveg), para tentar recuperar 12 milhões de hectares de florestas nativas até 2030, com a intensificação de pagamentos por serviços ambientais às populações que vivem na floresta e aumentar o leque de alternativas econômicas que valorizem a proteção ao ambiente. O Programa Bolsa Verde será aprimorado e ampliado em 20% a partir do ano que vem.

Contas reprovadas 1

O Tribunal de Contas do Estado julgou irregular a prestação de contas, de 2013, de Joésia Pacheco, então responsável pelo Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam).

Contas reprovadas 2

Joésia e as construtoras Carramanho, KPK e Trifity foram condenadas a devolver, juntas, mais de R$ 2,4 milhões, entre multas e glosas, segundo a decisão unânime dos conselheiros, que julgaram várias irregularidades.

Ufam no ranking

A Universidade Federal do Amazonas (Ufam) figura na 35ª posição do ranking de Universidades Empreendedoras, segundo pesquisa realizada no ano passado e divulgada no segundo semestre deste ano.

Isenção prorrogada

O Governo do Amazonas prorrogou até 2018 a imunidade tributária de ICMS para querosene de aviação com destino ao exterior da Azul, Amazonaves, Raizen, TAM, ABSA e Petrobras.

Arthur Neto quer incluir nome em pesquisas eleitorais

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio (PSDB), solicitará a inclusão de seu nome nas pesquisas de intenção de voto na disputa para a Presidência da República, em 2018. O nome de Virgílio para presidente ainda não foi levado aos eleitores nas pesquisas.

Temer articula barrar deputados contra a reforma

Reunidos com Michel Temer, domingo, dirigentes de partidos aliados discutiram com o presidente da República um ‘pacto’ entre as legendas governistas para que nenhuma sigla aceite, na janela partidária de 2018, deputados que votarem contra a reforma da Previdência.



SIGA-NOS NAS NOSSAS REDES