Planos de cargos da PC é aprovado sob bate-boca

O que causou a discussão entre as categorias foi que o PL diz que a medida decorre da necessidade de readequação dos cargos no conjunto de classes da carreira de delegado de Polícia, não contemplando os peritos criminais

Manaus – Após duas horas de discussões e agressões verbais entre delegados e peritos da Polícia Civil, que estavam presentes na sessão desta quarta-feira (18), na Assembleia Legislativa do Estado (ALE), os deputados aprovaram o Projeto de Lei nº 73/2018, que institui o plano de Cargos, carreiras e remuneração da Polícia Civil do Estado do Amazonas.

O que causou a discussão entre as categorias foi que o PL diz que a medida decorre da necessidade de readequação dos cargos no conjunto de classes da carreira de delegado de Polícia, não contemplando os peritos criminais. Durante as discussões foi lembrado que os peritos já haviam recebido o Projeto de Lei nº 71/2018, que tratou sobre a reestruturação remuneratória dessa categoria, não contemplando os delegados.

Para amenizar os ânimos, a Mesa Diretora da ALE informou que os parlamentares entraram em um consenso com as categorias e a os peritos vão receber um novo projeto encaminhado pelo governo e que trata do plano de cargos e salários que os contemplem.

Mais influentes
Levantamento feito pelo Twitter do ‘Prefeito Barômetros’ aponta os prefeitos mais influentes na rede social e o de Manaus, Arthur Neto, aparece na 3ª posição quando é analisado o impacto por tweet publicado. Entre os mais de 5 mil prefeitos do País, o prefeito de Manaus é o 30º mais influente na rede social.

Anulação
O conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Érico Desterro, decidiu anular acórdão que reprovou as contas do ex-secretário de Estado de Educação Rossiele Soares e determinava, ainda, que o atual ministro da Educação devolvesse R$ 2,1 milhões ao erário do Estado.

Suspeitas em Coari 1
O Ministério Público do Amazonas (MP-AM) instaurou inquérito civil para investigar suspeitas de improbidade administrativa do prefeito de Coari Adail Filho (PP). Segundo portaria publicada no Diário Oficial do MP-AM, o prefeito não atendeu pedido de informações feitas pelo órgão.

Suspeitas em Coari 2
Entre as suspeitas estão a da afronta ao princípio da publicidade, notícia de existência de ilícitos e vícios nos procedimentos licitatórios e nos processos de dispensa de licitação realizados pela Prefeitura de Coari, especialmente àqueles relacionados à locação de ambulância, contratação de sonorização de eventos.

Pressionado, Dirceu recorre para evitar prisão
Fora da prisão por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), o ex-ministro José Dirceu entrou com pedido para evitar que seja preso após seu processo ser finalizado na segunda instância da Justiça. O requerimento foi feito por meio de uma reclamação.

Rodrigo Janot quer concorrer ao Conselho do MPF
O ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot divulgou sua candidatura ao Conselho Superior do Ministério Público Federal, o órgão colegiado máximo da instituição. O conselho é presidido pela procuradora-geral da República Raquel Dodge.