R$ 2 bilhões para pagamento de auxílio-moradia neste ano

Com o valor do benefício seria possível construir mais de 43 mil casas populares, ao custo de R$ 50 mil cada, ou conceder Bolsa Família para 11 milhões de pessoas

Da Redação / redacao@diarioam.com.br

Manaus – O contribuinte brasileiro vai bancar este ano mais de R$ 2 bilhões com o pagamento do auxílio-moradia a autoridades e funcionários de alto escalão, cuja remuneração pode passar dos R$ 30 mil. Para ter uma ideia, com o valor do benefício seria possível construir mais de 43 mil casas populares, ao custo de R$ 50 mil cada, ou conceder Bolsa Família para 11 milhões de pessoas.

Essas são as despesas previstas com o benefício para os três poderes, o Ministério Público e a Defensoria Pública, no âmbito federal, e para conselheiros dos tribunais de contas de Estados e municípios, juízes, procuradores, promotores e defensores públicos estaduais.

O total gasto em todo o País com o auxílio-moradia é ainda maior. Não estão computadas na conta as despesas dos Estados com representantes do Legislativo e do Executivo locais. Os dados são de levantamento da Consultoria Legislativa do Senado. O orçamento federal para este ano reserva R$ 832 milhões para bancar o conforto de autoridades e servidores sem que precisem mexer no bolso, ou engordar seus contracheques. Em média, a verba varia de R$ 4 mil a R$ 4,5 mil por mês.

Até R$ 24 mil
Após pressionarem o governo com ameaça de greve, os peritos da Polícia Civil do Amazonas passaram a ter vencimentos variando de R$ 16,2 mil a R$ 24,7 mil mensais.

Importação de juta
O governador Amazonino Mendes concedeu incentivos fiscais de ICMS a importadores de fios de juta para sacaria. A contrapartida é a doação de sementes de juta a produtores locais.

Eleição marcada
A Federação do Comércio de Bens e Serviços e Turismo do Estado marcou para o dia 11 de maio a eleição para membros da diretoria, do conselho fiscal e delegados.

Sem licitação
Alegando emergência, a Secretaria de Estado de Infraestrutura entregou à HB Engenharia, sem licitação, R$ 1,26 milhão para obras e serviços no Sambódromo de Manaus.

Extravio em escola
A secretaria de Estado de Educação constituiu comissão de sindicância para apurar o extravio de equipamentos do Projeto ‘A internet como ferramenta de apoio’, na escola Carlos Pinho.

Rodrigo Maia diz que FHC quer provocar tucanos
O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), diz que o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso quer provocar tucanos quando elogia o apresentador de TV Luciano Huck, em especial o governador paulista, Geraldo Alckmin.

‘Não vejo como uma marolinha’, diz Pabllo Vittar
Pablo Vittar reforçou que a ascensão de cantoras drags no pop brasileiro, na esteira de seu sucesso não é algo passageiro. “Não vejo isso como uma ondinha, marolinha, uma moda.” E sentencia: “vocês vão ver a minha carinha por muito tempo”.