Região Norte registra a menor cobertura de vacinas

Manaus – O Ministério da Saúde informou, ontem, que 53% das crianças e adolescentes de até 15 anos estão com as cadernetas de vacinação desatualizadas no Brasil. A pasta disse, ainda, que a cobertura vacinal de 2016 foi considerada a menor nos últimos dez anos. A menor cobertura vacinal ocorre na região Norte do País, de acordo com o ministério. Com esse panorama, a expectativa do governo é que 47 milhões de pessoas recorram a um dos 36 mil postos disponíveis em todo o País até o dia 22 de setembro, quando se encerra a campanha nacional de multivacinação que começou na segunda-feira (11). A maior preocupação da pasta é com relação à difteria e sarampo, que já têm casos em outros países. Em 2017, informou Adeilson Loureiro Cavalcante, secretário de Vigilância em Saúde, foram registradas mortes por sarampo na Alemanha, Portugal, França, Itália, Bulgária e Romênia. Além disso, houve 324 notificações de difteria e oito casos de sarampo na Venezuela, país vizinho. Até o dia 22 de setembro, todas as imunizações ‘obrigatórias’ serão oferecidas nos postos de saúde.



SIGA-NOS NAS NOSSAS REDES