Sebrae reage e tenta barrar repasse do governo para bancar 27 museus

A caixa preta das finanças do Sebrae está sendo aberta pelo governo para embasar a criação da Agência Brasileira de Museus (Abram)

Da Redação / redacao@diarioam.com.br

Manaus – O Sebrae deflagrou uma guerra para barrar o repasse de R$ 216 milhões de sua arrecadação para bancar a manutenção de 27 museus, mas tem uma receita anual de R$ 3,4 bilhões com a Cide, maior do que o obtido por seis Estados com ICMS. A caixa preta das finanças do Sebrae está sendo aberta pelo governo para embasar a criação da Agência Brasileira de Museus (Abram), após o incêndio que destruiu o Museu Nacional.

Sebrae reage e tenta barrar repasse do governo para bancar 27 museus (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr)
Comitiva – Durou uma hora e dez minutos a primeira visita de especialistas na reconstituição de patrimônios históricos da Unesco ao Museu Nacional, na Quinta da Boa Vista, em São Cristóvão, na zona norte do Rio de Janeiro, nesta quinta-feira (Foto: Fernando Frazão/ABr)

Ciro em Manaus
O candidato à Presidência da República Ciro Gomes (PDT) desembarca em Manaus, às 16h30 de hoje, onde inaugura um comitê local da campanha.

Leitura
Em Manaus, o Conselho Municipal de Cultura criou a Comissão Especial de Avaliação de projeto cultural com três membros integrantes do Conselho para analisar o projeto ‘Parada de Leitura’, uma proposta do Instituto Navegando e Lendo.

Correção
O PT apagou de seu site uma informação falsa sobre o candidato à Presidência da legenda, Fernando Haddad. Uma primeira versão do texto publicado dizia que Haddad “sempre estudou em escola pública”, o que não é verdade.

Sem embates
A mesma Marina Silva (Rede) que, nesta eleição, partiu para o ataque contra Jair Bolsonaro (PSL) e disse que Lula (PT) é corrupto e evitava embates diretos, oito anos antes, até no papel durante a eleição de 2010.

MAIS INFO
100 bi de reais é o impacto do risco hidrológico na conta do consumidor, com a ausência de chuvas nos reservatórios das termelétricas, segundo o presidente da Energias de Portugal, Miguel Setas.

4,20 reais foi a cotação de ontem do dólar, a maior desde o início do Plano Real, em 1994. Até então, maior cotação havia sido atingida em 21 de janeiro de 2016, de R$ 4,17, refletindo uma decisão inesperada do Banco Central de manter a taxa Selic inalterada.