Concurso público ofertará 1,4 mil vagas para PM, PC, Bombeiros e Seap

O Governo do Amazonas publicou, nesta quarta-feira, o quadro de cargos e vagas que serão ofertados no certame. A maioria das vagas (661) são para a Polícia Militar

Beatriz Gomes/ redacao@diarioam.com.br

Manaus – O Governo do Amazonas publicou, nesta quarta-feira (16), o quadro de cargos para o concurso público com 1.421 vagas para a segurança pública do Estado. O maior número de vagas será para a Polícia Militar, com 661, seguido da Polícia Civil, com 424. A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) vai receber 108 agentes penitenciários, enquanto o Corpo de Bombeiros, 228 alunos oficial e soldado.

Concurso público ofertará 1,4 mil vagas para PM, PC, Bombeiros e Seap (Foto: Danilo Mello/Arquivo-DA)

O anexo com o quadro foi incluso no Decreto 38.923/2018, que trata do concurso público, nesta quarta-feira (16), no Diário Oficial do Estado (DOE). De acordo com a Secretaria de Estado de Administração e Gestão (Sead), a previsão é que o edital do certame seja publicado até junho deste ano.

Para a Polícia Militar serão disponibilizadas 601 vagas para soldado combatente – aluno soldado, 20 oportunidades para cabo especialista de Saúde – aluno cabo, outras 20 para cabo especialista músico – aluno cabo e mais 20 para oficial de saúde – aluno oficial de saúde.

Já na Polícia Civil serão 62 vagas para delegado, 200 para investigador, 98 para escrivão, 27 perito criminal, oito para perito legista, três para Perito Odontolegista, 16 para Auxiliar Perito, 10 padioleiro.

Confira o quadro de vagas:

Comissão

No dia 3 de Maio, o DOE publicou o decreto que instituiu as Comissões Geral e Especiais que vão regulamentar, estruturar e organizar os concursos públicos nas áreas de segurança e sistema penitenciário do Poder Executivo Estadual.

Segundo a Sead, os componentes das comissões foram indicados pelos órgãos envolvidos, bem como os que vão atuar na fiscalização e realização dos certames. Além da Comissão Geral, foram instituídas quatro comissões especiais responsáveis pelos concursos representando a Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Polícia Civil e Seap. Também participam da comissão geral a Sead, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Procuradoria Geral do Estado (PGE), Controladoria-Geral do Estado (CGE) e Casa Militar.

Nesta quarta-feira, o Decreto 38.981 foi publicado alterando alguns integrantes da comissão. Os Decretos estão assinados pelo governador Amazonino Mendes, pelo Secretário Chefe da Casa Civil, Arthur Cesar Lins, a secretária de Estado de Administração e Gestão, Angela Bulbol de Lima, e o secretário de Estado da Fazenda, Alfredo Paes. O próximo passo será a definição da banca realizadora do concurso, o que deverá ser decidido em conjunto pelas comissões.

***Matéria atualizada às 16h30, para correção de informação. Serão ofertadas 1.421 vagas no total, ao invés de 1.418, como foi dito anteriormente.