Em 18 anos, número de empresas exportadoras no Amazonas cresceu 26%

Levantamento é do Centro Internacional de Negócios do Amazonas (CIN-AM) da Fieam, com base em dados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (Mdic)

Da Redação / redacao@diarioam.com.br

Manaus – Em 2000, o Amazonas tinha 176 empresas exportadoras. Passados 17 anos, o número de empresas amazonenses negociando com mercados internacionais saltou para 223 em 2018, resultando em um crescimento de 26%. O levantamento é do Centro Internacional de Negócios do Amazonas (CIN-AM) da Federação das Indústrias do Estado (Fieam), com base nos dados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (Mdic).

Em 18 anos, número de empresas exportadoras no Amazonas cresceu 26% (Foto: Divulgação)

Criada em 1998, a Rede CIN, coordenada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), surgiu para apoiar a indústria brasileira na inserção ao comércio internacional.

No Amazonas, a rede funciona desde 2000 e já atendeu uma a cada quatro empresas que exportaram nos últimos 18 anos.

No Amazonas, 14 empresas receberam planos de negócios para o mercado externo.