Ovo de colher vem forte para a Páscoa deste ano, diz profissional

Doce é feito com cobertura fracionada de chocolate e recheios variados. Tanto a casquinha como o recheio e decoração podem ser montados de acordo com o perfil do comprador

Com informações da assessoria / redacao@diarioam.com.br

Manaus – Casquinha de chocolate recheada com brigadeiro gourmet decorada com doces variados e o toque final: uma pequena colher de chocolate. Esse é o ovo de colher, uma das tendências para a Páscoa deste ano, segundo a profissional da confeitaria artística, Thalita Machado.

Os ovos de colher são artesanais e têm caráter exclusivo, são personalizados conforme o gosto de cada cliente. Tanto a casquinha como o recheio e decoração podem ser montados de acordo com o perfil do comprador. O diferencial está na criatividade, como explica Thalita.

“O ovo de colher é uma tendência que surgiu no ano passado e vem com tudo em 2019. É um ovo de Páscoa artesanal feito de forma mais atrativa. Ele é totalmente comestível e o recheio pode ser de brigadeiro gourmet, frutas diversas, castanhas secas, nozes. Tudo vai da criatividade que o profissional irá apresentar para o cliente”, disse.

Conforme a confeiteira artística, além da criatividade, as pessoas interessadas em garantir uma renda extra na Páscoa precisam buscar capacitação. Ela dá dicas importantes para quem almeja lucro e aceitação no mercado.

“A primeira dica é que as pessoas procurem materiais com custo benefício baixo para que consigam executar suas ideias. A receita em si é simples, mas a criatividade na finalização do ovo é o fator principal da venda. Outra dica é que busque cursos profissionalizantes e não precisa ser formação muito longa. Pode ser de 7 ou 10 dias, um mês”, destacou.

Lucratividade

Devido custo dos materiais de preparo ser mais em conta e por se tratarem de ovos artesanais, a margem de lucro é garantida, de acordo com a profissional. Com uma barra de cobertura fracionada de chocolate de 2 kg o confeiteiro consegue produzir, em média, até 15 casquinhas que poderão ser vendidas de até R$ 60.

“Vamos supor que a pessoa gasta em torno de R$ 20 para fazer 10 casquinhas e poderá vender a pequena (150g) de R$ 30 e a maior (250g) de até R$ 60, dependendo da decoração e do recheio. Por exemplo, se o ovo tiver recheio de brigadeiro gourmet, que tem um sabor diferenciado, o valor aumenta”, explicou.

Onde aprender

A confeiteira artística Thalita Machado irá ministrar o curso de curta duração ‘Bombons e ovos de Páscoa’ no Senac do Centro, entre os dias 25 de março e 02 de abril, das 13h às 16h. Além dos ovos de colher, a profissional irá ensinar como fazer ovos de unicórnio e de coelho, brigadeiros gourmet, crocante de doce de leite e, também, dará dicas de decoração e finalização.

Confira a lista de cursos para Páscoa:

Bombons e ovos de Páscoa – 15h
Unidade: Centro, Rua Saldanha Marinho, nº 410
Horários: Tarde (13h às 16h), segunda a sexta-feira
Data: 25/03 a 02/04
Pré-requisito: A partir de 18 anos e Ensino Fundamental completo.
Investimento: R$ 140

Produção de Ovos de Páscoa – 4h
Unidade: Centro
Horários: Manhã (8h ao meio dia)
Data: 06/04 (sábado)
Pré-requisito: A partir de 18 anos e Ensino Fundamental
Investimento: R$ 60

Oficina Mini Chef de Páscoa – 4h
Unidade: Centro
Horários: Manhã (8h ao meio dia)
Data: 13/04 (sábado)
Pré-requisito: A partir de 6 anos
Investimento: R$ 50