• Publicado em 8 de junho de 2011

    Indústria, comércio e sindicatos criticam alta dos juros

    O presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (Fecomercio-SP), Abram Szajman, considerou a decisão do Copom uma "ação exageradamente conservadora".