Venda de veículos no Amazonas registra crescimento de 31% no ano

O setor segue aquecido no Amazonas, com quase o dobro da taxa de crescimento do País. De janeiro a abril, foram emplacados 14,2 mil veículos, quase 4 mil a mais do que em igual intervalo de 2017

Beatriz Gomes e Agências/redacao@diarioam.com.br

Manaus- O mercado de veículos no Amazonas registrou alta de 31,33% nos primeiros quatro meses do ano, com relação ao mesmo período do ano passado, quase o dobro da média nacional (17,6%), segundo dados da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). De janeiro a abril, foram emplacados 14,2 mil veículos no Estado, contra 10,8 mil unidades de 2017, considerando automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas, entre outros.

O setor segue aquecido no Amazonas, com quase o dobro da taxa de crescimento do País. (Foto: Eraldo Lopes)

Somente em abril, foram 4,1 mil emplacamentos, enquanto no mesmo mês do ano passado foram 2,6 mil veículos, um aumento de 54,5% no período. Na comparação com março, o crescimento foi de 6,44%.

Do total comercializado no acumulado do ano, 62,7% corresponde a automóveis e comerciais leves (vans, furgões, picapes e utilitários). As vendas desse segmento cresceram 36,6% comparado ao mesmo período de 2017. Somente em abril foram 2,6 mil no Estado, 57,6% acima do ano passado e 7,22% maior que em março. Dentro do segmento, os automóveis são maioria nos emplacamentos com 50% de participação no total, enquanto os comerciais leves tem 12,5%.

Os emplacamentos de motos também cresceram, de janeiro a abril, com alta de 24,1%, com relação ao acumulado de 2017 e de 45,58% em abril ante abril do ano passado. Foram 5 mil emplacamentos de motos nos primeiros quatro meses do ano no Estado, contra 4 mil no ano passado, e 1,4 mil somente em abril. No total, os veículos de duas rodas correspondem a 35,3% dos emplacamentos, no acumulado do ano.

Nacional

No País, os resultados também foram positivos com alta de 17,65% no primeiro quadrimestre do ano com a venda de 1,1 milhão de veículos contra 942 mil, no ano passado.

Para o Presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Júnior, o mercado se mantém firme em recuperação, seguindo a perspectiva de crescimento projetado pela entidade. “A queda na inadimplência aliada à queda da taxa de juros vem favorecendo o setor como um todo. Atualmente, a inadimplência da carteira de crédito, com recursos livres para pessoas físicas, é de 2,5%, e para pessoas jurídicas é de 3,6%. Estes resultados são os menores, desde abril de 2011, fatores que favorecem a oferta de crédito pelas instituições financeiras”, afirmou.

O segmento de motocicletas no País também comemorou, em abril, com 82,1 mil unidades emplacadas, um avanço de 26,47% ante as vendas de abril do ano passado, e 3,52% acima do volume de março. No acumulado do quadrimestre, o segmento de duas rodas somou 301,5 mil emplacamentos, 9,27% maior que o mesmo período de 2017.