CBF descarta corte de Renato Augusto da Copa do Mundo

Titular absoluto de Tite durante as Eliminatórias Sul-Americanas, meia da Seleção Brasileira passou por exames e nenhuma lesão foi constatada. Ontem, ele treinou com bola, mas separado do grupo

Folhapress e Agência Estado / vencer@diarioam.com.br

Londres – Sem treinar com bola há uma semana, o meia Renato Augusto, 30, passou por exames, ontem, em uma clínica de Londres. De acordo com a CBF, nenhuma lesão foi constatada no joelho esquerdo do jogador. Após os exames, o atleta fez um trabalho de fisioterapia acompanhado pelo fisioterapeuta Bruno Mazziotti e, na sequência, fez um treino no gramado do CT do Tottenham, base de treinos da Seleção Brasileira para a Copa do Mundo.

Renato Augusto é o jogador com menos minutos em campo pelo Brasil. (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

A princípio, a comissão técnica da equipe brasileira não trabalha com a hipótese de corte do atleta. O meia é o único jogador do elenco que não está à disposição de Tite para os treinos. Ele sentiu a lesão durante a atividade da última quarta-feira. Desde então, ficou fazendo trabalhos na fisioterapia e nem viajou para Liverpool, onde a Seleção Brasileira fez amistoso diante da Croácia, no domingo passado, com vitoria, por 2 a 0.

Desde 2016 atuando no futebol chinês, Renato Augusto foi titular absoluto de Tite durante as Eliminatórias Sul-Americanas. Mas ele perdeu espaço na Seleção recentemente. Dos 23 convocados para o Mundial da Rússia, o meia é o que tem menos minutos em campo desde agosto do ano passado.

Nesse período, totalizou 1.800 minutos. O número é bem inferior ao do zagueiro Pedro Geromel, o segundo que menos atuou, com 3.172.

O levantamento foi feito com base no calendário europeu, que começa em agosto e termina em maio. Na China, os campeonatos são realizados de março a novembro. Renato Augusto teve um histórico de lesões desde que começou a carreira no Flamengo. Ele sofreu com problemas físicos no Bayer Leverkusen e, posteriormente, no Corinthians.

Desde 2014, quando ainda vestia a camisa do Timão, o jogador fez um trabalho específico com o próprio Bruno Mazziotti e viu as contusões diminuírem drasticamente.

Ontem à tarde, Renato Augusto chegou a ir a campo e a previsão era de que fizesse alguns exercícios. De fato foi, passou um bom tempo sentado no banco de reservas e depois foi para atrás das placas de publicidade realizar uma atividade com uso de bola.

Como os jornalistas têm acesso limitado aos treinamentos, não foi possível acompanhar todo o trabalho feito pelo meia. Na parte aberta do treinamento, os jogadores foram divididos em dois times e fizeram um treino em meio campo em que o objetivo era fazer gol em no máximo três minutos e cada jogador só podia dar no máximo três toques na bola. A atividade foi comandada pelo auxiliar Sylvinho.

Os times foram assim divididos: Alisson; Fagner, Geromel, Miranda e Marcelo; Casemiro, Fred e Coutinho; Taison, Gabriel Jesus e Neymar (todos com colete). Cássio; Danilo, Thiago Silva, Marquinhos e Filipe Luis; Fernandinho, Vitinho (Sub-21 do Cruzeiro que treina com a Seleção) e Paulinho; Douglas Costa, Firmino e Willian (sem colete).