.

Com ‘demitido’ em campo, Princesa encara o Atlético

Tubarão pode encaminhar a classificação às oitavas de final da Série D do Campeonato Brasileiro. Mas, para isso, precisará vencer um dos melhores times da competição até aqui, em casa

Diogo Rocha / redacao@diarioam.com.br

Goleiro Rascifran está com aproveitamento perfeito, em casa, pois ainda não foi vazado na Série D, no Gilbertão (Foto: Sandro Pereira)
Goleiro Rascifran está com aproveitamento perfeito, em casa, pois ainda não foi vazado na Série D, no Gilbertão (Foto: Sandro Pereira)

Manaus –  Neste domingo, o Princesa do Solimões terá o maior desafio pela primeira fase da Série D do Brasileiro. Com a obrigação de mais uma vitória, em casa, para seguir na zona de classificação do Grupo A1, o vice-líder Tubarão enfrentará logo o Atlético Acreano, líder da chave, sem nenhuma derrota em quatro jogos, e que apresenta a segunda melhor campanha da Quarta Divisão até o momento.

O confronto será no Estádio Gilbertão, em Manacapuru (a 68 quilômetros de Manaus), a partir das 16h, e marca um novo reencontro entre os dois times. No ano passado, o Princesa também enfrentou o Atlético Acreano, em jogos de ida e volta, pela terceira fase do Brasileiro, e acabou eliminado pelo rival acriano.

Na ocasião, a equipe do Alto Solimões empatou em 1 a 1, em Manacapuru, e, depois perdeu, por 3 a 1, em Rio Branco (AC), sacramentando a desclassificação. Mas, desta vez, o Tubarão nem pode mais empatar, em casa. Caso tropece, no Gilbertão, o time amazonense poderá ser ultrapassado pelo concorrente direto, o Trem-AP, que só perde para o Princesa no saldo de gols.

Para evitar uma queda no Grupo A1 e não ficar dependente de um revés do Trem-AP, na última rodada da fase inicial da Série D para buscar uma ‘apertada’ classificação, o Princesa terá que quebrar a invencibilidade do Atlético Acreano. Mas se considerar o retrospecto do Tubarão dentro dos próprios domínios, pelo Brasileiro deste ano, tudo está favorável para alcançar o desafio de derrotar a equipe do Acre.

Em dois jogos, no Gilbertão, o time de Manacapuru venceu duas vezes, pelo mesmo placar: 3 a 0. O primeiro a sofrer a derrota na ‘caldeirão’ do Princesa foi o lanterna Real Desportivo-RO, pela rodada de abertura, e por último, o Trem-AP, no sábado passado (10), quando o Tubarão ganhou sobrevida e manteve as chances de avançar de fase.

Para cumprir, novamente, o dever de casa, o Princesa do Solimões não poderá contar com o zagueiro Elton e o volante Amaralzinho. Eles foram anunciados, no início da semana, pelo Tubarão, após conquistarem com o Manaus FC um título inédito no Campeonato Estadual. Mas nenhum dos dois jogadores foi regularizado.

“Se conseguirmos derrotar o Atlético Acreano, estaremos 90% classificados. Então, vamos assinar com o Elton e o Amaral para o restante da Série D”, disse o presidente do Princesa, Modesto Alexandre.

O maior trunfo do técnico Alberone no Princesa contra o invicto Atlético Acreano será o atacante Weverton, um dos artilheiros da Série D, com cinco gols. Já o lateral-esquerdo Gelvane, recuperado de lesão, pode voltar ao time. Em contrapartida, o zagueiro Pastor segue no ‘estaleiro’, o lateral Leozinho se contundiu e o meia Wander pediu demissão, mas prometeu jogar, neste domingo, antes de deixar Manacapuru.