Fast vai a Santarém desafiar o São Raimundo pela Série D

Rolo Compressor terá o importante desfalque do capitão Roberto Dinamite, que sofreu uma grave lesão e ficará, no mínimo, seis meses longe dos gramados, em tratamento

Thiago Fernando / redacao@diarioam.com.br

Donmarques Mendonça precisará improvisar o lateral Emerson como volante diante do São Raimundo-PA (Foto: Reinaldo Okita)
Donmarques Mendonça precisará improvisar o lateral Emerson como volante diante do São Raimundo-PA (Foto: Reinaldo Okita)

Manaus – Sem saber o que é vencer desde o dia 28 de maio, o Fast encara, neste domingo (18), às 16h (de Manaus), no Estádio Colosso dos Tapajós, mais conhecido como Panterão, em Santarém (PA), o São Raimundo-PA. A partida será válida pela quinta rodada da fase de grupos do Campeonato Brasileiro da Série D e pode definir a vida de ambos os clubes na competição.

Com cinco pontos, o Tricolor está na terceira colocação do Grupo A2. Enquanto o Pantera lidera, com nove pontos.

O duelo é crucial para a equipe amazonense. Apesar de estar empatado com o segundo colocado, o Gurupi-TO, no número de pontos, o Fast perde no saldo de gols e no confronto direto. Além disso, o time precisa jogar bem para diminuir a pressão que existe sobre o técnico Donmarques.

Durante a semana, a equipe pouco treinou, pois teve que disputar, contra o Princesa do Solimões, o terceiro lugar do Campeonato Amazonense. Graças aos gols de Bianor e Vitinho, o Fast venceu o duelo, que aconteceu na quarta-feira (14), na Arena da Amazônia. Com isso, o time se garantiu na Copa Verde de 2018.

A vitória serviu para motivar os jogadores. Outro ponto positivo para o Fast é que, no primeiro confronto entre as equipes, o Rolo Compressor foi superior e venceu com dois gols de falta do meia Peninha, em Manaus.

“Foi ótimo, porque vimos quem queríamos ver, em quem estávamos apostando. Vimos que temos opções muito boas. O Emerson, por exemplo, fez uma grande partida e mostrou que pode ser o substituto do Dinamite, que infelizmente se machucou e vai ficar seis meses fora do futebol. É lamentável para nós, uma perda muito ruim, porque era uma liderança dentro do grupo, mas o Emerson acabou nos surpreendendo em parte, porque sabíamos que ele tinha muita vontade, garra e força”, disse o treinador, ao site Globoesporte.com.

Porém, Donmarques terá que encontrar um substituto para o volante e capitão Roberto Dinamite, que ficará seis meses longe dos gramados devido uma lesão. No lugar dele, quem pode entrar é o polivalente lateral Emerson, que se destacou contra o Princesa e ganhou elogios do comandante, após a partida.

Mesmo com a vantagem na tabela, a equipe do São Raimundo-PA segue focada e se preparando para o confronto que pode garantir sua classificação para a próxima fase da Série D. A pedido do técnico Lecheva e para reinaugurar o Estádio Colosso dos Tapajós, o Pantera realizou um amistoso contra a ‘Seleção de Santarém’, durante a semana.

O duelo serviu para que o comandante confirmasse o time que vai encarar o Fast. Assim, a novidade será a estreia do atacante Jefferson no time paraense. O jogador foi a única contratação do Pantera para o Brasileiro.

 

Olho em Roraima

A segunda partida do grupo A2 acontece às 18h30 (de Manaus) no Estádio Ribeirão, em Roraima. Dono da casa, o Baré-RR vai em busca da primeira vitória na competição contra o Gurupi-TO. Caso vença, o time comandado pelo técnico Fábio Luiz entra na briga pela classificação e jogará a partida decisiva contra o Fast, na Arena da Amazônia.



SIGA-NOS NAS NOSSAS REDES