Nacional goleia Altos-PI, mas é eliminado da Série D

O Nacional precisava de uma diferença de quatro gols para avançar, mas fez 4 a 2. Os dois gols sofridos pesaram muito na decisão da tarde deste domingo (10), no Estádio Ismael Benigno (a Colina)

Natasha Pinto / vencer@diarioam.com.br

Manaus – Na briga para avançar para s oitavas de final do Brasileiro da Série D, neste fim de semana, apenas o Manaus FC garantiu a classificação ao derrotar o Santos-AP, por 1 a 0 com o gol de Jean Carlos, no sábado (9). Já o Nacional decepcionou, ao ser eliminado pelo Altos-PI, mesmo vencendo de goleada por 4 a 2, já que os dois gols sofridos pesaram muito na decisão da tarde deste domingo (10), no Estádio Ismael Benigno (a Colina). O Nacional precisava de uma diferença de quatro gols para avançar.

Nacional goleia Altos-PI, mas é eliminado da Série D (Foto: Sandro Pereira)

O Manaus já tem confronto marcado pelas oitavas para o próximo sábado (16), a equipe alviverde enfrenta o Rio Branco- AC. As equipes já se enfrentaram este ano, pela Copa Verde e pela Série D, onde a vantagem é da equipe alviverde, com duas vitórias em cima do rival. Para a próxima fase, o Gavião do Norte contará com a volta do meia Hamilton, do lateral-esquerdo Negueba e do zagueiro Deurick.

O jogo

Logo no começo da partida, com um minuto de jogo, a pressão foi do Altos-PI, em uma cobrança de falta, o lateral Tote obrigou o goleiro Paulo a fazer uma boa defesa e espalmar para escanteio. Na sequência do lance, Tote é quem cobra escanteio pelo lado direito, a bola sobra para Vitor Bafana só empurrar para o fundo da rede, abrindo o placar.

Aos oito minutos, em um ataque rápido, Charles toca para Jack Chan dentro da pequena área que chuta para fora. Com 11 minutos, Souza recebe na lateral esquerda do campo. Ele chuta livre de marcação, mas a bola passa na frente do gol do goleiro Gideão.

Já com 13 minutos de jogo, Souza cobra falta pelo lado direito, o goleiro do Alto ainda tenta chegar na bola, mas ela bate no ângulo – sem chance de defesa. A partida empata.

Com 16 minutos, Fininho faz cobrança de escanteio, Zé Antônio invade a área, mas não consegue chegar na bola. Aos 24 minutos de partida, Jack Chan invade a área e passa para Anderson que chuta, o goleiro Gideão espalma para a direita. Charles fica com a sobra e chuta de qualquer jeito, desperdiçando uma boa oportunidade.

Com 26 minutos, o atacante Manoel, do Altos, é derrubado dentro da área. O árbitro Lucas Paulo Torenzi marca pênalti. Manoel é quem bate e o goleiro nacionalino, Paulo, faz a defesa e salva o Naça.

Anderson cruza para dentro da área, Jack Chan recebe, mas disputa a bola com o zagueiro – que tira o perigo, com 34 minutos de jogo.

Aos 37 minutos, após cobrança de escanteio, a bola sobra com Denis pedra, que experimenta de fora da área. A bola passa por cima do gol.

O jogo fica acirrado, com muitas faltas para ambas as equipes, mas com a vantagem da posse de bola do Nacional, entregando, a equipe de Piauí sabendo aproveitar as oportunidades que tinham.

Segundo tempo

Logo no primeiro minuto, Nacional precisando marcar, partiu para o ataque. Em uma boa jogada, Anderson experimenta de fora da área. O goleiro espalma para o lado e a zaga tenta tirar, mas Danilo Galvão invade e coloca para dentro do gol.

Aos 11 minutos do segundo tempo, Danilo Galvão rouba a bola na entrada da grande Área, invade e chuta cruzado. A bola passa tirando tinta da trave.

Em uma cobrança de falta, Fininho chuta com efeito, engana o goleiro e a bola entra no gol – somando 3 a 1 para o Nacional, com 13 minutos.

Aos 17 minutos, o Nacional continua atacando, Fininho cobra escanteio, Danilo Galvão cabeceia, mas a bola é desviada pela zaga e sai pela linha de fundo.

Em um contra-ataque, aos 23 minutos do segundo tempo, Marconi rouba a bola de Charles, que toca para Americo, que dribla Pelezinho. Americo devolve para Marconi, que fica cara a cara com o goleiro Paulo. O meia chuta rasteiro no contrapé do goleiro azulino, ampliando a vantagem do time visitante.

Mais uma boa chance aos 26 minutos. Fininho cobra falta na entrada da área. O goleiro Gideão fica só olhando, mas a bola passa por cima do gol.

Aos 34 minutos do segundo tempo, Pelezinho toca para Charles dentro da área. O atacante invade a pequena área e chuta, mas o goleiro do Altos-PI faz a defesa em dois tempos.

Aos 41 minutos, o lateral Anderson faz cruzamento, Danilo Galvão sobe para cabecear, mas a bola passa pelo centro avante do Leão da Vila.

Com 48 minutos, Danilo Galvão recebe a bola dentro da área, o centro avante encosta a bola para Fininho, que sem deixar a bola cair no chão chuta e marca o quarto para o Nacional, o que não foi o suficiente para levar o jogo para os pênaltis.