Times têm penúltima chance para deixar zona de rebaixamento

Quatro times do Estadual (Manaus FC x Rio Negro e Princesa do Solimões x CDC Manicoré) brigam para fugir do risco de degola e aumentar as chances de classificação para o ‘mata-mata’

Thiago Fernando / vencer@diarioam.com.br

Manaus – Confirmar presença no mata-mata do 2º turno do Campeonato Amazonense e diminuir o risco de rebaixamento para a segunda divisão do Estadual. Esse é o objetivo das quatro equipes que entram em campo, neste sábado (10), na abertura da penúltima rodada da fase de classificação.

Meia-atacante Hamilton segue como esperança de gols do Manaus FC (Foto: Reinaldo Okita)

Querendo recuperar a confiança e o bom futebol, o Manaus FC encara o Rio Negro, a partir das 15h, no Estádio Ismael Benigno (Colina). Já no interior, o Princesa do Solimões vai receber o CDC Manicoré, no Estádio Gilberto Mestrinho (Gilbertão), em Manacapuru (a 68 quilômetros a oeste de Manaus).

Ocupando a segunda colocação no Grupo B, o Manaus vive um momento delicado na temporada. Apesar de ter apenas três meses de trabalho, o atual campeão amazonense já conheceu o céu e o inferno neste ano. Antes elogiado pelo esquema tático eficiente, que foi capaz de eliminar o Remo-PA, na Copa Verde, o Gavião do Norte passou a ser questionado após a eliminação para o Penarol na semifinal do primeiro turno. Desde lá, o Manaus FC não sabe o que é vencer.

Para piorar a situação, os comandados do técnico interino Igor Cearense somam apenas seis pontos no Estadual, um a mais que o primeiro time da zona do rebaixamento, o CDC Manicoré. Então, caso seja superado pelo Rio Negro, o Manaus pode entrar na tão temida zona de descenso faltando apenas uma rodada para ser disputada.

Líder do Grupo B, o Rio Negro entra em campo bem mais tranquilo. O Galo da Praça da Saudade precisa de apenas um empate para garantir presença na próxima fase do campeonato.

Mais tarde, às 20h, o Princesa do Solimões enfrenta o CDC Manicoré, no Gilbertão. O Tubarão vem de um empate na primeira rodada contra o Penarol. Enquanto isso, o CDC conquistou uma bela vitória diante do Nacional, dentro do Estádio Flavia Blante de Oliveira, em Manicoré (a 332 quilômetros a sudoeste de Manaus).

O resultado melhorou um pouco a situação do vice-campeão da Série B de 2017, que chegou aos cinco pontos na classificação geral e ficou mais próximo de sair da zona de rebaixamento. Mas para chegar na rodada final sem pressão, a equipe comandada pelo técnico João Carlos Cavalo precisa dos três pontos diante do Princesa.

Já neste domingo, às 15h30, Nacional e Penarol vão duelar no Carlos Zamith, no Coroado, pelo fechamento da rodada. No mesmo horário, São Raimundo e Fast vão jogar no Gilbertão com os portões fechados.