Gavião e Leão têm as estreias definidas

Campeão e vice do último Campeonato Amazonense, Manaus FC e Nacional encaram na primeira fase da competição

Thiago Fernando / redacao@diarioam.com.br

Manaus – A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou, nesta quinta-feira (11), no seu site oficial a tabela completa da Copa do Brasil de 2018. Assim, Manaus FC e Nacional, representantes do Estado por terem terminado o último Campeonato Amazonense nas primeiras posições, já sabem quando vão encarar CSA-AL e Ponte Preta-SP, respectivamente, na primeira fase da segunda competição mais importante do País.

Maior colecionador de títulos Estaduais do Amazonas (43 no total), o Nacional irá encarar a Ponte Preta, no dia 6 de fevereiro, às 17h15 (de Manaus). No dia seguinte, o Gavião do Norte pega o CSA-AL, às 20h30 (de Manaus). Ambos os confrontos estão marcados para acontecer na Arena da Amazônia, mas o Manaus FC luta nos bastidores para a partida ser transferida para o Estádio da Colina.

Em 2013, quando chegou até às oitavas de finais da Copa do Brasil, o Nacional teve pela frente a Ponte Preta. Na ocasião, os comandados do então técnico, Aderbal Lana, venceram ambos os jogos, por 1 a 0. Desta vez, o cenário é diferente, mas o objetivo do Leão da Vila Municipal é o mesmo.
As duas primeiras fases da competição são disputadas em ‘jogo único’. Assim, por ser mandante, o Nacional precisa vencer para passar de fase. Caso o duelo termine empatado, o time paulista avança. Vale lembrar que a partida será transmitida pelo SporTV, por isso, o horário e o local do confronto não podem ser mudados.

(Foto: Emanuel Mendes Siqueira/Manaus FC)

Debutando em competições nacionais, o Manaus FC pegou uma pedreira logo de cara na Copa do Brasil. Em 2017, o CSA-AL garantiu o acesso para a Serie B do Brasileiro. De quebra, a vaga veio com o título da terceira divisão. Assim, a equipe nordestina vem empolgada para encarar o campeão amazonense. Sabendo disso, a diretoria do Gavião do Norte se esforçou para reforçar o time. Entre as contratações feitas, o destaque foi a chegada do veterano atacante Nena, que estava no Ituano-SP, mas fez história defendendo o Brasil de Pelotas-RS.

O duelo está marcado para acontecer na Arena da Amazônia. Mas o presidente do Gavião do Norte, Giovanni Silva, afirmou que o desejo do clube é jogar na Colina. Mas o estádio, como as demais praças esportivas do Estado (Carlos Zamith e a Arena da Amazônia), estão sem os laudos de segurança do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar do Amazonas (PM-AM). “O Manaus quer jogar na Colina, no dia 7. Estamos indo aos Bombeiros e PM para que sejam resolvidos os laudos. O laudo da Arena vence dia 4. Então, ainda conseguimos jogar com o Remo (Copa Verde) lá”, analisou o dirigente.

A esperança de Giovanni é que a Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel) resolva as pendências com os laudos dos estádios. “Segundo as informações passadas pela Janaina (Chagas, secretária da Sejel), eles estão no aguardo. O Rodrigo Novaes (diretor de futebol do Manaus FC) está ajudando a Sejel. Temos medo de não ter nenhum estádio para o jogo contra o CSA”, disse o dirigente.



SIGA-NOS NAS NOSSAS REDES