.

Amazonense vence luta e vai disputar cinturão no México

Renato Valente ‘Índio’, de Novo Aripuanã, irá disputar o cinturão da categoria dos meio-medios (até 77 kg), no evento mexicano Xtreme Martial Arts (XMA), no dia 19 de agosto

Thiago Fernando / vencer@diarioam.com.br

Amazonense venceu sua quarta luta profissional no MMA no último sábado (Foto: Divulgação)
Amazonense venceu sua quarta luta profissional no MMA no último sábado (Foto: Divulgação)

Manaus – No último sábado (17), o atleta de Novo Aripuanã (a 227 quilômetros ao sul de Manaus), Renato Valente ‘Índio’, venceu sua quarta luta profissional no MMA. Diante do mexicano Miguel Velasquez, o amazonense garantiu a vitória com um mata-leão. O duelo foi a luta principal da edição 6 do evento mexicano Xtreme Martial Arts (XMA), realizado em Mérida (MEX).

Apesar de contar com poucas lutas profissionais, Renato tem dez vitórias no MMA amador. Graças à finalização, o amazonense irá disputar o cinturão da categoria dos meio-medios (até 77 kg) contra Julio Cesar ‘Cachorro’ Cruz no dia 19 de agosto.

“É inexplicável a sensação de estar dentro do octógono representando o meu país. Entro na luta com a benção de Deus, da minha família e principalmente, com o apoio importantíssimo dos meus treinadores que fazem de mim um atleta cada dia melhor. A falta de patrocínio tem sido, sem sombra de dúvidas, o maior empecilho para nós atletas, mas não podemos desistir. Agora tenho que me preparar mais ainda para a próxima luta, que será a mais importante da minha carreira até agora”, enfatiza Renato, que será o primeiro brasileiro a disputar o cinturão do maior evento de MMA do México.

Renato é atleta da Academia Rio Figthers, no Rio de Janeiro, equipe liderada pelo ex-UFC, Miltinho Vieira. Nos últimos dois meses a academia se tornou residência oficial do atleta. Para se preparar para a luta, Renato passou a morar na Academia Tsunami Team, na Cidade do México, liderada pelo também ex-UFC, Alfredo Tsunami.

O preparo para o evento envolveu uma dura rotina de treinos, em média cinco treinos diários, modalidades de artes marciais como, Muay Thai, Kickboxing, jiu-jítsu, Wrestling, entre outras.

A paixão pelas artes marciais veio aos 12 anos, quando ainda morava em Novo Aripuanã, cidade situada no Rio Madeira. O sonho de ser um atleta de ponta o levou a deixar a família, amigos e a faculdade de engenharia mecatrônica para ir em busca de aprimoramento no esporte.