Nacional confirma a volta de Aderbal Lana

Com um retrospecto de sucesso à frente da equipe, Leão da Vila Municipal começa a tomar forma para disputar o Campeonato Amazonense. Treinador terá a ‘carta branca’ para formar sua equipe

Natasha Pinto / redacao@diarioam.com.br

Manaus – Após mais de duas semanas de negociações, o técnico Aderbal Lana, 72, aceitou, nesta sexta-feira (4), a proposta do Nacional FC, para comandar a equipe no Campeonato Amazonense de 2019. A contratação foi confirmada pelo presidente Nazareno Pereira.

O treinador com o maior número de títulos estaduais do Amazonas (soma 11 no total), ainda nem tinha dito o ‘sim’para o Leão da Vila Municipal, mas já estava avaliando o mercado pra compor o seu elenco.

“Sei da atual situação do Nacional, por isso já estava olhando as opções que poderia ter. Não posso entrar em mais detalhes, pois queremos mudar a visão que as pessoas estão tendo do clube. Isso foi um dos motivos para que eu aceitasse o convite”, disse o novo treinador do Leão da Vila Municipal.

Aderbal Lana tem seis títulos conquistados com a camisa do Nacional (Foto: Jair Araújo/Arquivo)

Outro motivo que o levou a acertar com o Leão Azul da capital foi a possibilidade de ficar mais perto da família. “Tudo na vida são negociações. A proposta do time mineiro era boa, mas tenho a minha família que está toda aqui. Então, resolvi aceitar a proposta do Nacional”, explicou.

O Nacional inicia sua pré-temporada na segunda-feira, às 15h30, no CT Barbosa Filho, localizado na zona leste de Manaus. No dia seguinte, na terça-feira, será a apresentação oficial da Comissão técnica e jogadores do Leão, às 10h, também no CT Barbosa Filho.

Primeira opção

Segundo o novo presidente do Nacional, Nazareno Pereira de Melo, o técnico Lana sempre foi a principal opção para o comando da equipe devido o seu histórico vencedor no clube. “Foram duas semanas de muita conversa. Eu iria esperar até onde desse por uma resposta e ela veio positiva. Todos sabem da qualidade do Lana, então, foi uma ótima contratação”, comentou o mandatário.

Quanto à formação do elenco, Nazareno garantiu que o custo mensal será o menor possível, mas evitou revelar valores. Porém, o cartola admitiu que o treinador teve a liberdade para escolher seus atletas.

“Ele tem toda a liberdade para escolher o elenco que irá trabalhar. Quanto ao custo, o nosso gasto será o menor possível. O valor certo ainda não está fechado, pois ainda estamos fechandos acordos”, explicou.

O presidente também aproveitou para pedir à torcida, que estejam presentes nas arquibancadas para gerar renda e ajudar o clube. “A maior ajuda que queremos da nossa torcida é que ela vá para o estádio torcer para o Nacional. Compre seu ingresso e lote a Colina, Zamith ou Arena da Amazônia”, completou Nazareno.

Estadual

O Nacional fará a sua estreia em casa, no dia 3 de fevereiro contra Penarol, às 15h30, no Estádio Carlos Zamith.