Reinaldo Rueda não comandará mais o Flamengo

O treinador colombiano deixou o Rubro-Negro para assumir a seleção do Chile, mesmo não tendo se classificado para a Copa do Mundo da Rússia de 2018

Agência Estado / redacao@diarioam.com.br

Rio de Janeiro – Reinaldo Rueda está de saída do Flamengo. Ontem, o treinador colombiano se reuniu com a diretoria rubro-negra e anunciou que vai deixar o clube. Ele irá comandar a seleção do Chile, que ficou de fora da Copa do Mundo de 2018, na Rússia. O anúncio oficial da saída do técnico deve acontecer em breve.

O acerto de Reinaldo Rueda com os chilenos já vinha sendo anunciado pela imprensa daquele país, mas o treinador – que passou as últimas semanas de férias na Colômbia – não confirmava. O colombiano deverá assinar com os chilenos um contrato de quatro anos até a Copa do Mundo do Catar, em 2022. Será a quarta seleção de seu currículo. Já treinou Colômbia, Honduras e Equador.

Rueda dirigiu o Flamengo em 31 partidas, sendo 13 vitórias, 10 empates e oito derrotas (52,6%) (Gilvan de Souza / Flamengo)

O colombiano estreou no comando do Flamengo em 16 de agosto do ano passado, no primeiro duelo com o Botafogo pela semifinal da Copa do Brasil. No total, dirigiu o Rubro-Negro em 31 partidas, com 13 vitórias, dez empates e oito derrotas (52,6% de aproveitamento).

Foi vice-campeão da Copa do Brasil e Copa Sul-Americana. Famoso por apostar nas categorias de base, transformou Lucas Paquetá em peça importante e deu mais chances a Vinicius Júnior.

É provável que, para sacramentar a saída, o treinador tenha que pagar uma multa ao Flamengo – ela seria arcada pela Associação Nacional de Futebol Profissional (ANFP), na sigla em espanhol), a federação chilena.

Sem Reinaldo Rueda, o nome mais cotado para assumir a vaga na equipe carioca é o de Paulo Cesar Carpegiani, que estava acertado com o time para assumir a gerência de futebol.