Novo Comitê de Educação dos Direitos Humanos vai capacitar 300 no Amazonas

Na segunda reunião, nesta quarta, foram apresentadas a 73 instituições públicas, privadas e movimentos sociais a importância da implementação do CEEDH que reforce as políticas de Educação em Direitos Humanos.

Manaus – A Secretaria Estadual de Justiça e Direitos Humanos (Sejus) promoveu na tarde desta quarta-feira (19), a 2ª Reunião para implantação do Comitê Estadual de Educação dos Direitos Humanos (CEEDH), no auditório da Sejus, zona Sul de Manaus.

Na ocasião, foram apresentadas a 73 instituições públicas, privadas e movimentos sociais a importância da implementação do CEEDH que reforce as políticas de Educação em Direitos Humanos. O Comitê será institucionalizado posteriormente.

“Queremos reunir o maior número de instituições para participar da elaboração do Plano Estadual de Direitos Humano que possa atender a diversidade. Essa é a maior tarefa do Comitê” explica a Diretora do Departamento Estadual dos Direitos Humanos, Michelle Custódio. Ela explica também que antes da implantação haverá consultas públicas sobre o Plano, para que se possa aperfeiçoar e incorporar as demandas sociais.

As instituições que aderirem ao CEEDH assinarão um termo de compromisso de realizar ações dentro do Plano.  A partir daí, será feito um documento declarando as suas competências e ações. Serão capacitadas  300 pessoas por meio de oficinas com representantes dos ministérios.

A Sejus já realizou cursos de Educação em Direitos Humanos totalizando 1.250 participantes nos municípios de Manacapuru, Parintins, Novo Airão, Itacoatiara, Silves, Itapiranga, e nas Comunidades Central, Tupé, Livramento, Julião e São João. Ainda está previsto um curso para a Polícia Militar do Amazonas voltado para a Justiça e Segurança Pública.