Omar Aziz se reúne com pretensos filiados ao PSD e tenta definir nomes

Presidente regional do partido, governador quer definir nomes até terça.

Manaus – O governador Omar Aziz (PSD) reuniu-se durante todo o dia de ontem e na quinta-feira com os políticos que deverão se filiar ao PSD até o dia 6 deste mês. Insatisfeito com o PMDB depois de ter perdido a vaga para ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), o deputado Átila Lins foi o que demorou mais tempo conversando com Omar na casa dele, no condomínio Ephigênio Salles, zona centro-sul de Manaus, cerca de duas horas, na última quinta-feira.

De acordo com o secretário-geral do PSD, Paulo Radin, a reunião serviu para debater os nomes de candidatos às eleições de 2012 no interior do Estado e tratar da entrada de novos nomes no partido. A reunião, segundo Radin, vai até amanhã e, na próxima terça-feira, o PSD está programando um ato público para apresentar seus novos filiados. A hora e o local serão definidos.

Além de Átila, estiveram na casa do governador na quinta-feira e ontem os deputados estaduais Josué Neto (PMN), David Almeida (PMN) e Fausto Souza (PRTB), os deputados federais Silas Câmara (PSC) e Carlos Souza (PP). Os cinco confirmaram que vão ingressar na legenda, durante a reunião. Candidatos a prefeito nos municípios do Estado também estiveram no encontro. Na casa de Omar, o fluxo de interessados na nova sigla chegou a 300 nos dois dias.

Mudança

Durante a reunião com Omar, o deputado Átila Lins sinalizou sua entrada no PSD, mas antes de assinar a filiação preferiu conversar com os dirigentes da Executiva nacional do PMDB. Ontem, um dia depois de se encontrar com Omar, ele embarcou para Brasília. Átila não atendeu as ligações.

Átila chegou a declarar que foi traído e usado por seu partido na eleição para o TCU, realizada na Câmara dos Deputados no dia 21 deste mês,. Ele ficou em terceiro lugar com 47 votos, menos de um terço da votação do segundo colocado. A deputada Ana Arraes (PSB-PE) foi eleita com 222 votos.

O PMDB tem uma bancada na Câmara Federal de 80 deputados e, até um dia antes da eleição Átila Lins dizia contar com os votos de 80% dos colegas de partido. Segundo ele, apenas 20 dos 47 votos que recebeu vieram dos peemedebistas. “Foi uma decepção”, declarou Átila na ocasião.

Ontem, o secretário-geral do PSD, Paulo Radin, preferiu não comentar a situação do deputado federal na nova legenda. “A decisão dele (Átila Lins) será anunciada por ele mesmo”, afirmou.

Ausentes

Radin disse que até ontem os vereadores de Manaus que pretendem se filiar ao novo partido não participaram de nenhuma reunião com o governador Omar Aziz. Prometeram integrar a nova legenda os vereadores Leonel Feitoza, Glória Carrate e Francisco Gomes.