Prefeitura realiza contenção de talude, no bairro Compensa

O Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização de Trânsito (Manaustrans) mantém agentes no local e já isolou a área de obras com cones para segurança dos motoristas e pedestres

Da Redação / redacao@diarioam.com.br

Manaus – Os trabalhos para a contenção de um talude que desmoronou, na tarde desta segunda-feira (25), na Avenida Brasil, próximo à Maternidade Moura Tapajóz, no sentido bairro-centro, já foram iniciados pela Prefeitura de Manaus. Na manhã desta terça-feira (26), as equipes da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) iniciaram os serviços de contenção do talude e uma área da calçada.

De acordo com o subsecretário de serviços básicos da Seminf, Antônio Peixoto, com a forte chuva que ocorreu na cidade ontem, o igarapé transbordou causando o deslizamento de terra em um pequeno trecho da lateral da via.

A Seminf iniciou os trabalhos de recuperação da calçada na Avenida Brasil nas primeiras horas desta terça-feira (26) (Foto: Raquel Miranda)

“Na segunda-feira mesmo, após recebermos o chamado da situação, enviamos uma equipe que fez um levantamento do serviço e isolou o local. Nas primeiras horas de hoje, nossos homens e máquinas iniciaram os trabalhos para recuperação da área. Não vamos trabalhar com prazo para entrega, pois dependemos do tempo, mas garantimos que a obra será feita de forma célere e segura, como determinou o prefeito Arthur Virgílio Neto”, destacou.

O Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização de Trânsito (Manaustrans) mantém agentes no local e já isolou a área de obras com cones para segurança dos motoristas e pedestres.

Demandas

Três equipes de limpeza da Prefeitura de Manaus trabalham, nesta terça-feira (26), no atendimento a demandas emergenciais causadas pela chuva. Coordenadas pela Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp), as equipes já cortaram e removeram três árvores que caíram em espaços públicos.

“Nesses períodos chuvosos, a Semulsp sempre tem equipes de plantão para atender a demandas emergenciais, principalmente em atenção à queda de árvores e igarapés, a fim de resolver os problemas antes de causar transtornos à rotina da população, como determina o prefeito Arthur Virgílio Neto”, explicou o subsecretário operacional da Semulsp, José Rebouças.

As ocorrências de árvores tombadas foram na Avenida Brasil (Compensa, zona Oeste) e na Rua 10, conjunto Castanheira (zona Leste). As equipes da Semulsp mantêm o plantão em atenção a possíveis novas ocorrências.