Vereador propõe criação de frente parlamentar de combate à corrupção

A ideia da frente parlamentar é criar um grupo específico de discussão sobre os casos de corrupção em Manaus.

Manaus – O vereador Waldemir José (PT) deve apresentar à Câmara Municipal de Manaus (CMM) a proposta de criação da Frente Municipal de Combate à Corrupção. A proposta precisa ter a adesão de 13 parlamentares para ser protocolizada e conta, até o momento, com apoio informal de quatro parlamentares, além da assinatura do próprio vereador-autor da proposta.

O parlamentar do PT citou exemplos de operações da Polícia Federal realizadas no Amazonas e em Manaus como argumento para o estabelecimento da frente de combate à corrupção na cidade. Paralelamente, Waldemir pretende aprovar a oficialização do dia 23 de maio como “Dia Municipal de Combate à corrupção”.

A data corresponde ao dia do falecimento do ex-senador Jefferson Péres, há três anos. O político ficou conhecido por pautar sua vida pública no combate à corrupção na política. De acordo com Waldemir José, o projeto está “parado” na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara.

Entre os vereadores que disseram apoiar a proposta da criação da frente de combate à corrupção estão Elias Emanuel e Joaquim Lucena, ambos do PSB; Ademar Bandeira (PT), Mário Frota (PDT) e Paulo De Carli (PRTB). Nenhum, porém, assinou formalmente o projeto até o momento.

A ideia da frente parlamentar é criar um grupo específico de discussão sobre os casos de corrupção em Manaus.