Vôlei feminino do Amazonas vence equipes da Argentina no Beach Games Internacional

Equipes de vôlei feminino do Amazonas venceram os times das argentinas no segundo dia de disputas do Beach Games Internacional, que está acontecendo na praia da Ponta Negra, zona centro-oeste da cidade.

Com informações da Assessoria / redacao@diarioam.com.br

Manaus – Equipes de vôlei feminino do Amazonas venceram os times das argentinas, nesta quarta-feira (06/12), movimentando o segundo dia de disputas do Beach Games Internacional, que está acontecendo na praia da Ponta Negra, zona centro-oeste da cidade. O evento é realizado pela Confederação Brasileira de Desporto Universitário (CBDU), Federação Internacional do Esporte Universitário (Fisu) e Federação Amazonense Universitária de Desporto (Faud), e conta com o apoio do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), em parceria com a Empresa Estadual de Turismo (Amazonastur).

As estudantes de Educação Física do Uninorte Larissa Mendes e Daniela Pereira conseguiram bater as argentinas da Universidad Nacional La Matanza (UnLaM) no tai-break. As meninas venceram o primeiro set por 21 x 17, mas perderam de 21 x 9 o segundo. A recuperação veio no set de acréscimo, onde elas conseguiram fechar por 15 x 11.

Larissa disse que apesar de perder um set, ganhar da Argentina é muito bom. “Nós somos amigas e jogamos juntas há muito tempo. Mas jogamos em quadra. Perdemos um set, mas isso é detalhe para acertar quem recebe. Coisas do vôlei de praia. Ajustando isso, estamos prontas para vencer qualquer dupla”, disse Larissa.

Foto: Mauro Neto / Sejel

Recuperação

As irmãs Karine e Caroline Costa, que cursam Administração na Faculdade Estácio, começaram a tarde perdendo para a dupla da Universidade de Pernambuco, mas se recuperam e venceram por 2 x 0 as argentinas da UNLAM, com larga diferença (21 x 9 e 21 x 6).

Karine lembrou que no primeiro jogo houve certo nervosismo, mas que esta competição traz atletas experientes e inexperientes. “Nós perdemos o primeiro jogo por conta de nervosismo, o que acontece com todos aqui, afinal, ainda estão em formação nas suas universidades. Ontem (terça), a secretaria Janaina Chagas falou de fomentar o esporte nas faculdades, e isso é muito bom, pois tem muitos atletas nas instituições sem ajuda. Com esses jogos, parece que as coisas começam a mudar”, completou.



SIGA-NOS NAS NOSSAS REDES