Açaí: o curinga para o pré e pós-treino

A iguaria natural reúne vários benefícios para quem pratica exercício físico, atividade que está cada vez mais inserida na rotina do brasileiro

Da Redação / plus@diarioam.com.br

Manaus – A prática de atividade física está cada vez mais inserida na rotina do brasileiro. Entre 2009 e 2017, o número de pessoas que fazem exercício aumentou mais de 24%, segundo dados da Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel). Porém, nem todo mundo sabe quais os melhores alimentos para consumir antes e depois do treino. O açaí, por exemplo, traz diversos benefícios nestes dois momentos do dia.

Com grande concentração de gorduras boas e carboidratos, o açaí contribui para manter o condicionamento físico antes do treino (Foto: Reprodução)

“Uma alimentação adequada é o alicerce para o desempenho físico, uma vez que os nutrientes proporcionam combustíveis energéticos para os exercícios, além de oferecer elementos essenciais para a síntese de novos tecidos e o reparo das células já existentes”, destaca a nutricionista Andrea Takayama.

A especialista aponta os benefícios de usar o açaí como uma opção de nutrição antes e depois dos treinos. Confira:

Pré-treino

Com grande concentração de gorduras boas e carboidratos, o açaí é um fruto altamente energético, o que contribui em manter o condicionamento físico antes do treino. O consumo deve ser realizado entre 1h e 1h30 antes da atividade física, em quantidades que variam de acordo com o metabolismo de cada um. “Por ser rico em carboidratos, o açaí será responsável por manter a glicemia – concentração de açúcar no sangue – e a maximizar os estoques de glicogênio – energia rápida do organismo – ajudando a manter o condicionamento físico durante do treino”, explica a nutricionista.

Pós-treino

A alimentação após a atividade física serve para repor as reservas de glicogênio e as perdas de líquido. Assim, o açaí também é uma boa opção no pós-treino, já que ele consegue repor, de maneira rápida, a energia e a glicose perdida durante o exercício. Além disso os antioxidantes auxiliam a combater os radicais livres gerados pela atividade física, desta forma, ajudando na regeneração muscular e evitando a perda de massa magra.

“Para um melhor resultado o ideal é juntá-lo a um suplemento de proteína, pois teremos uma união de carboidratos, gorduras boas e proteína de alto valor biológico”, sugere Andrea. Para atingir os benefícios mencionados, a nutricionista recomenda os açaís naturais, sem adição de corantes, agrotóxicos e zero gordura trans e colesterol. O consumo, tanto no período de pré ou pós-treino, difere de acordo com a necessidade nutricional de cada dieta.