Literatura e ópera no 349º aniversário de Manaus

Concultura promove lançamentos de prêmio literário e de DVD com espetáculo barroco, no dia 24

Da Redação / redacao@diarioam.com.br

Manaus – Os parabéns a Manaus por seus 349 anos também serão entoados pelo Conselho Municipal de Cultura (Concultura), que realizará, exatamente no dia da celebração — 24 de outubro —, das 17h às 19h, os lançamentos da 8ª edição dos Prêmios Literários Cidade de Manaus e do DVD da ópera barroca ‘Pastores do Amazonas’, de Bento de Figueiredo Tenreiro Aranha, com apresentação da Orquestra Barroca do Amazonas (OBA), no Les Artistes Café Teatro, no Centro.

A ópera de Tenreiro Aranha foi executada pela Orquestra Barroca do Amazonas, no DVD (Foto: Divulgação)

Presidente do Concultura, o escritor Márcio Souza ressaltou a importância da manutenção do programa de incentivo à literatura brasileira, que está na sua 8ª edição. “Este é um dos prêmios de literatura mais concorridos do Brasil e, desde que foi criado, tem revelado grandes escritores que, inclusive, foram confirmados por outros prêmios, sendo contemplados em outros certames”, afirmou.

Obras de diferentes gêneros, como novela, conto, romance, poesia, crônicas, texto teatral, ensaios, jornalismo literário, entre outros, foram premiados na edição anterior dos Prêmios Literários Cidade de Manaus. O resultado final pode ser consultado no site do Concultura e no portal Viva Manaus.

Ópera barroca

O palco do Les Artistes Café Teatro, no Centro, receberá, ainda, o lançamento do DVD da ópera barroca ‘Pastores do Amazonas’, de Bento de Figueiredo Tenreiro Aranha, com apresentação da OBA, ministrada pelo professor do Curso de Música da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), doutor Márcio Páscoa.

Ainda segundo o diretor do Concultura, Márcio Souza, a restauração e encenação de um espetáculo de um dos fundadores da cultura do Amazonas é um grande marco na história da cidade de Manaus.

“A recuperação, o restauro e a apresentação da ópera ‘Pastores do Amazonas’, do Bento, é uma prova da cultura regional, que vem do século 17 e foi restaurada e encenada, pela primeira vez, na terra natal do Tenreiro Aranha, que é o Amazonas, no Teatro Amazonas, com casa cheia. Quase 200 anos de uma linguagem que continua atraindo e ganhando a simpatia do povo e levando alegria para quem reconheceu, ali, um trabalho de grande importância”.

A programação completa para o aniversário da capital amazonense está disponível no site Viva Manaus — vivamanaus.com.