Galo de Manaus estreia nova ‘casa’

A 14ª edição do bloco saiu da Avenida das Torres para abrigar quatro palcos, uma tenda eletrônica, três trios, além de área VIP, no Sambódromo. Evento acontece, hoje, a partir das 14h

Da Redação / redacao@diarioam.com.br

Manaus – O frevo vai tomar conta do Sambódromo (Avenida Pedro Teixeira, nº 2.565, bairro Flores), ao lado de diversos outros ritmos, nesta terça-feira (13), a partir das 14h. Isso porque, nesta Terça-Feira Gorda, acontece uma das bandas mais tradicionais da cidade: o Galo de Manaus. Com o tema ‘Mon Amour, Meu Bem, Meu Frevo’, uma homenagem ao cantor e compositor pernambucano Reginaldo Rossi, a 14ª edição do bloco saiu da Avenida das Torres para abrigar quatro palcos, uma tenda eletrônica e três trios elétricos, além de área VIP, no Centro de Convenções.

Tema deste ano celebra o cantor e compositor pernambucano Reginaldo Rossi (Ingrid Anne / Manauscult)

Os trios percorrerão o Sambódromo no mesmo sentido do desfile das escolas de samba. Eles entrarão pela parte de trás, próximo à Avenida Loris Cordovil e, durante uma hora, animarão os foliões até chegar à área de dispersão, conhecida como ferradura. Neste momento, outro trio elétrico entrará na avenida para dar continuidade aos festejos.

Ao longo dos espaços do Centro de Convenções serão montados quatro palcos: Manaus, Pirão, Boka Maldita e Recife, com mais de 40 artistas se revezando. De acordo com a organização, haverá espaço reservado para área VIP e uma tenda eletrônica. “O frevo é um ritmo contagiante e que está presente em vários lugares do Brasil. Em Manaus, queremos juntá-lo à produção cultural local e fazer do Galo um grande festival multicultural do Norte do País”, afirmou um dos organizadores, Theo Alves.

Segurança

Este ano, a estrutura foi montada no Sambódromo para garantir a segurança do público. No total, o Galo de Manaus espera receber, neste ano, mais de 100 mil brincantes. “Esta mudança foi necessária por uma questão de segurança pública. A Avenida das Torres já estava muito lotada e nós não conseguíamos mais fazer a triagem dos foliões. No Centro de Convenções, vamos ter o acesso controlado: todas as pessoas que estiverem no quadrilátero (do local), estejam elas seguindo os trios ou simplesmente assistindo, irão ser revistadas pelas nossas triagens”, acrescentou Theo.

De acordo com o organizador, este sistema de segurança evitará que foliões entrem no Sambódromo munidos de objetos que possam pôr em risco o bem-estar dos demais brincantes. “Isso evitará a entrada de armas, garrafas de vidro e espetos de churrasco, assim como vamos conseguir orientar os pais sobre a presença de menores de idade. Esta é a parte mais importante da mudança, porque tudo que foi feito é pela segurança da população”, encerrou.