Mais de 1,3 mil pessoas vítimas de violência e traumas foram atendidas, diz Susam

Atendimentos por violência e traumas somaram 1.360 casos nos quatro maiores prontos-socorros da rede de urgência e emergência de Manaus. Os registros correspondem aos cinco dias de Carnaval.

Da Redação / redacao@diarioam.com.br

Manaus – Atendimentos por violência e traumas somaram 1.360 casos nos quatro maiores prontos-socorros da rede de urgência e emergência de Manaus: 28 de Agosto, Doutor João Lúcio, Platão Araújo e Zona Norte. Os dados foram divulgados pela Secretaria de Estado de Saúde (Susam), na tarde desta quarta-feira (14). Os registros correspondem aos cinco dias de Carnaval, de sexta-feira (9) a terça-feira (13).

Os registros correspondem aos cinco dias de Carnaval, de sexta-feira (9) a terça-feira (13). (Foto: Reinaldo Okita)

Desse total, 55% apresentavam traumas consequentes de quedas; 24% foram atendidos com lesões em decorrência de atropelamentos, acidentes com motocicletas e veículos de quatro rodas; 16% com lesões provocadas por arma de fogo, arma branca ou agressão física e 5% com queimaduras e outras ocorrências.

Os quatro prontos-socorros atenderam, nos cinco dias de Carnaval, 10,4 mil pessoas, incluindo, também, os casos de viroses, gripes, traumas diversos, problemas cardíacos e demais ocorrências de urgência e emergência.

Os casos que são relacionados a violências e traumas, e que são típicos do período, apresentaram os seguintes números: quedas (759); lesões decorrentes de acidentes de trânsito (337); agressão física (119) e ferimentos por arma de fogo e arma branca (112); queimaduras (25).

Sambódromo

A equipe da Susam que trabalhou nos quatro dias de eventos no Centro de Convenções/Sambódromo realizou 54 atendimentos. Na sexta-feira (09) foram 08 pacientes atendidos. No sábado (10), foram 22. Na segunda-feira (12), no Carnaboi, o posto realizou 09 atendimentos médicos de baixa complexidade. Na terça-feira (13/02), durante o Bloco Galo de Manaus, foram realizados 15 atendimentos.