Vila da Barra encerra desfile do Grupo Especial com ‘gritos da sociedade’

O tema 'O Grito' é a iniciativa da agremiação de mostrar os vários gritos da sociedade desde os gritos históricos até os dos dias atuais

Girlene Medeiros / redacao@diarioam.com.br

Manaus – A última escola de samba a entrar na avenida, e que encerrou o desfile do Grupo Especial de Manaus, foi a Vila da Barra, que mostrou “os gritos da sociedade”, abordando questões como preconceito, desmatamento e discriminação.

Comissão da Unidos do Alvorada durante evolução (Foto: Sandro Pereira)

O tema ‘O Grito’ é a iniciativa da agremiação de mostrar os vários gritos da sociedade desde os gritos históricos até os dos dias atuais. Com o tema, a escola buscou trazer para a avenida a importância de reivindicar direitos sociais.

O intérprete oficial do samba-enredo é o cantor Marcinho da Villa. A escola conta com 200 ritmistas, 20 alas, dois casais de mestre-sala e porta-bandeira, totalizando 3,8 mil componentes, além de três carros alegóricos e um tripé como elemento cenográfico.