Longa-metragem com drama e fantasia será filmado em Manaus

O filme 'A Febre' é dirigido pela cineasta Maya Da-Rin, que já filmou dois documentários na Amazônia. Lançamento está previsto para 2019

Da Redação / redacao@diarioam.com.br

Manaus – A cineasta Maya Da-Rin, que já filmou dois documentários na Amazônia – ‘Terras’ (2011) e ‘Margem’ (2009) –, escolheu Manaus para realizar ‘A Febre’, sua estreia na direção de longa-metragem de ficção e que terá, no elenco, indígenas e atores não profissionais da região. As filmagens serão feitas entre março e maio deste ano e o lançamento da produção está previsto para 2019.

Cineasta Maya Da-Rin estreia na direção de longa-metragem de ficção com ‘A Febre’ (Foto: Divulgação)

Fugindo das representações exóticas do índio, no cinema, ‘A Febre’ é fruto de cinco anos de trabalho envolvendo antropólogos e indígenas das etnias Desana, Tariano e Tukano, que vivem em Manaus e nas redondezas. Misturando drama social e suspense, o filme é construído, simultaneamente, pelo real e pelo onírico, pelas lendas da TV e pelas crenças da floresta, colocando em questão o que o público compreende como realidade.

Sinopse

‘A Febre’ conta a história do indígena Justino, de 45 anos, que trabalha como vigilante em um porto de cargas e vive em uma casa modesta, na periferia de Manaus. Desde a morte da sua esposa, sua única companhia é a filha Vanessa, que está de partida para estudar Medicina, em Brasília.

Sob o Sol escaldante e as chuvas tropicais, Justino se esforça para manter-se concentrado no trabalho, porém, com o passar dos dias, ele é tomado por uma febre forte. Em seus sonhos, uma criatura vagueia perdida pela floresta. Na televisão, o noticiário fala de um animal selvagem que ronda o bairro. Justino acredita que está sendo seguido, mas não sabe se por um homem ou por um animal.

“Inspirado em histórias reais, o roteiro é centrado na relação entre um pai e uma filha, entre uma geração que ainda carrega sua espiritualidade na vida cotidiana e os jovens indígenas criados na cidade”, comentou Maya Da-Rin.