Sono após o almoço? Descansar alguns minutos faz bem

Cochilo vespertino tem efeitos reparadores, aumenta a disposição e diminui o cansaço

Da Redação / redacao@diarioam.com.br

Manaus – O que fazer quando bate aquele soninho depois do almoço? A boa notícia é que cochilar à tarde faz bem e oferece benefícios à saúde do corpo e da mente. Hábito comum da cultura espanhola e italiana, a famosa ‘sesta’ (ou soneca após o almoço), aumenta a disposição e a produtividade nas tarefas diárias, diminui o cansaço e melhora a concentração e o desempenho cognitivo. De acordo com pesquisa realizada pela Universidade de Saarland, na Alemanha, cochilar por 45 minutos melhora significativamente a memória.

O objetivo desse cochilo é liberar espaço para armazenar informações e priorizar a absorção de novos conhecimentos. Entretanto, é necessário ter cuidado com o tempo de duração, para que não prejudique o sono noturno ou para que o descanso não tenha o efeito contrário durante o resto do dia. O tempo ideal pode variar de pessoa para pessoa, mas é indicado que dure de trinta minutos a uma hora.

Mas por que bate o sono?

Segundo a Consultora do Sono, Renata Federighi, “ter sonolência após uma refeição é natural, porque é neste período em que o cérebro está trabalhando com maior lentidão, já que durante a digestão parte do fluxo sanguíneo é desviado para o estômago, moderando a capacidade de sangue em outras áreas como o cérebro e os músculos”, esclarece.

Mesmo curtinho, o sono da tarde também exige níveis baixos de luz e ruído, um travesseiro adequado ao biótipo da pessoa e não deve ser adiado para o final do dia. “O ideal é tirá-lo após o almoço. Mas, se o indivíduo estiver agitado após a refeição, é aconselhável ir desacelerando até o momento do cochilo. Vale reforçar que é no escuro que o cérebro produz a melatonina, hormônio que regula o sono. Portanto, uma venda nos olhos ajuda a simular o descanso noturno, potencializando o descanso”, orienta Renata.

Fique atento

Tirar aquela soneca após o almoço não faz mal a ninguém, mas quando os cochilos passam a ser constantes no dia a dia, isso pode ser um indício de que algo está errado. “Embora uma sonolência passageira logo após o almoço possa estar ligada ao processo digestivo, a melhor medida é buscar por um diagnóstico mais preciso, realizado por um profissional especializado”, finaliza.