Talento do norte, Lia Sophia embala novo luau

Olímpico Clube recebe, na sexta-feira (13), a partir das 21h, a 4ª edição do ‘Luau do Cauxi’. Destaque do evento, a cantora Lia Sophia conversou com o PLUS sobre as expectativas para o show

Maria Luiza Dacio / plus@diarioam.com.br

Manaus – A 4ª edição do ‘Luau do Cauxi’ acontecerá, na sexta-feira (13), a partir das 21h, no Olímpico Clube, na Avenida Constantino Nery. Com o tema ‘Carimbolando’, o evento receberá Márcia Novo e Alaídenegão, do Amazonas, e Gonzaga Blantez e Lia Sophia, do Pará. Em entrevista ao PLUS, a cantora paraense contou sobre o carinho pela capital amazonense, as expectativas para o show e o sucesso de suas canções.

Destaque do ‘Luau do Cauxi’, a cantora Lia Sophia conversou com o PLUS sobre as expectativas para o show (Foto: Fred Chalub/Divulgação)

Vindo a Manaus pela terceira vez, Lia revelou que o convite para cantar no tradicional luau partiu da amiga Márcia Novo, em São Paulo. Em 2014, ela esteve na cidade para um show, no Teatro Amazonas, e, mais recentemente, apresentou-se em um centro de compras da capital. “Minhas duas vezes em Manaus foram incríveis! Casa cheia, público cantando junto e conhecendo as músicas, foi maravilhoso. Sempre sou muito bem recebida quando vou à cidade”, disse.

Lia acredita que a similaridade de sons entre Pará e Amazonas contribui positivamente para a difusão da sua música, no Estado e região amazônica. “São muito próximos. Temos uma identificação de música, culturas e ritmos. Um amigo amazonense me disse dos ritmos que podemos ver no Amazonas. O beiradão, que a Márcia (Novo) faz, é bem parecido com o que nós, aqui no Pará, chamamos de lambada. Talvez, a gente dê um outro nome, alguma coisinha diferente em algum lugar, mas estamos muito próximos cultural e musicalmente. Essa proximidade faz com que o público receba muito bem a minha música”, refletiu.

Com uma carreira de 18 anos e cindo discos lançados – entre eles, o recente ‘Não me provoca’ -, Lia se diz feliz com os resultados obtidos após tanto trabalho. “Vou fazer o show com músicas desse último trabalho, que teve as presenças ilustres de Ney Matogrosso e do mestre Sebastião Tapajós. Estou muito feliz com este disco”, destacou a artista. “Pudemos lançar a música ‘Incendeia’, na novela ‘Força do Querer’ (Rede Globo), e, ainda, participando de uma cena da do folhetim, foi bem especial… O álbum já veio abençoado”, celebrou.

Traçando um belo caminho na música nacional, Lia é dona do hit ‘Ai menina’, do 4º CD, que estourou ao entrar na trilha sonora de ‘Amor, eterno amor’ (Rede Globo), e garante apresentar, em Manaus, sucessos como: ‘Quando eu te conheci’, ‘Amor de promoção’ e ‘Um beijo’, colocando o público para dançar.

Morando em São Paulo, a cantora elencou a dificuldade de um artista do Norte em ter a sua projeção nacional alcançada. Para ela, a dificuldade da distância da região para os grandes centros é o grande responsável por esse ‘êxodo artístico’. “Você, como artista, precisa de espaço para shows. São Paulo é uma cidade que tem muito espaço, não só para a realização de eventos como, também, para a formação de plateia, o que é muito importante”, contou.

“Se dependesse de uma simples escolha minha, eu estaria morando em Belém. Lá, tenho família, amigos e um público maravilhoso comigo. Eu poderia viver disso, mas um artista sempre quer mais! Eu tenho trabalhado nos processos de formação de plateia, aqui e no Rio de Janeiro, e, para mim, é esse o caminho”, salientou.

A cantora, que já dividiu palco com Márcia Novo e a banda Alaídenegão, não escondeu a alegria em se apresentar no ‘Luau do Cauxi’. “Pessoalmente, só não conheço o Gonzaga (Blantez), mas admiro o trabalho. Já sei que o evento é um sucesso e que a galera curte mesmo. Eu estou megafeliz com essa chance de voltar, mais uma vez, a Manaus. Espero todos lá!”, concluiu.