Série mostra trajetória profissional de fotógrafo e documentarista do AM

Produzida pela HBO, a atração exibe, nesta quinta-feira (14), a partir das 23h (horário de Brasília), no canal pago MAX, episódio que conta com a participação do fotógrafo amazonense Christian Braga

Gabriel Machado / plus@diarioam.com.br

Manaus – O quarto episódio da série documental ‘Outros Tempos’, que vai ao ar, nesta quinta-feira (14), a partir das 23h (horário de Brasília), no canal pago MAX, terá um representante amazonense. A atração, produzida pela HBO e que retrata a vida de jovens com idade entre 15 e 29 anos, mostrará um pouco da trajetória profissional do fotógrafo e documentarista Christian Braga, 27, conhecido, principalmente, por conta de seu ativismo político, indígena e ambiental.

Christian Braga, 27, é conhecido, principalmente, por seu engajamento pelas causas políticas, indígenas e ambientais. (Foto: Divulgação)

Gravado originalmente em 2016, o capítulo desta noite – o quarto da temporada e intitulado ‘Eu Mudo o Mundo’ – narrará a vida de três personagens que moram em São Paulo, cidade onde Christian reside, atualmente, e que demonstram certo tipo de engajamento político, em seus respectivos espaços de atuação. Além dele, a ex-presidente da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes), Camila Lanes; e o educador e permacultor Jaison Pongiluppi também participam do episódio.

“Tenho uma atuação em mídias independentes e vou, até esses dois espaços, para narrar a vida da Camila, do Jaison e, também, a minha”, disse o fotógrafo, em entrevista ao PLUS. “Então, há várias cenas diferentes, nestes três espaços distintos: seja uma mobilização política em plena Avenida Paulista; uma oficina na Ilha de Bororé para a construção de um banheiro sustentável, no extremo sul de São Paulo; ou uma redação de jornalistas independentes”, ilustrou.

A oportunidade de participar da série documental surgiu a partir de uma amiga de Christian. Ele lembra que a produção da atração estava em busca de jovens “ativistas, comunicadores independentes e que fossem envolvidos nas questões políticas do País”. “Esse documentário foi gravado em outubro de 2016, no período de uma das maiores instabilidades políticas no Brasil”, recordou. “As ruas estavam ‘gritando’, após o processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, um momento muito marcante e que, até hoje, está no poder. Então, mesmo que tenha sido gravado há dois anos, ainda está muito presente”.

O fotógrafo, que já teve outras experiências com audiovisual, principalmente, para falar sobre mídias alternativas, acredita que os jovens brasileiros se identificarão com ‘Outros Tempos’. “Nós (os jovens) estamos, cada vez mais, assumindo o protagonismo político do País. A geração ‘mais velha’ verá uma juventude potente em movimento que está vindo por aí”, finalizou.

Além de ‘Eu Mundo o Mundo’, a série documental contará, ainda, com outros quatro episódios.

Sobre Christian Braga

Membro fundador da Farpa – uma agência de fotógrafos documentais -, o amazonense realiza, desde 2013, trabalhos em territórios indígenas no Brasil, participando de expedições e imersões documentais. Christian contribui, ainda, para organizações de direitos humanos e socioambientais, além de portais de mídias independentes do País e do mundo.

Ativista e atuante nas questões ambientais e na luta pela garantia dos direitos indígenas, ele já colaborou com organizações como o Instituto Socioambiental (ISA), Greenpeace e Al Jazeera, entre outras.

Seus trabalhos fotógraficos foram expostos na Mostra SP de Fotografia; Paraty Eco Festival, no Rio de Janeiro; Festival de Fotografia de Tiradentes, em Minas Gerais; e, neste ano, participou – com a agência Farpa – do Doc Foto Feira Cavelete SP e do Foto Invasão, na Red Bull Station, ambos em São Paulo.