Adolescente morre após ser agredido por grupo na zona norte de Manaus

Gustavo Henrique Marques de Oliveira, 16, foi agredido com pedaços de madeira, pedras e um aparelho de televisão. Família não sabe dizer o que motivou o crime

Carla Albuquerque / redacao@diarioam.com.br

Gustavo Henrique Marques de Oliveira, 16, foi morto na madrugada deste domingo (Foto: Reprodução)

Manaus – O ajudante de pedreiro Gustavo Henrique Marques de Oliveira, 16, foi agredido até a morte, na madrugada desta domingo (18), na Rua Brilho do Sol, comunidade Raio do Sol, no bairro Nova Cidade, zona norte de Manaus.

Moradores informaram que o crime foi praticado por um grupo de pessoas, ainda não identificadas, que usaram pedaços de madeira, pedras e um aparelho de televisão para agredir o adolescente. A família não sabe o que motivou o crime.

Uma moradora, que não quis ser identificada, informou que houve uma confusão no local, por volta das 5h30. ‘Eu ouvi o cachorro latir, quando o barulho parou, fui lá fora ligar a bomba. Quando voltei para casa, vi o corpo no chão. Ele estava muito machucado e já estava morto”, disse a moradora.

A família não soube informar o que motivou o crime. Não souberam dizer também se o adolescente era envolvido em crimes ou era usuário de drogas. “Quando soubemos, ele já estava morto”, disse uma tia, que não quis ser identificada, e acrescentou que “Gustavo não era um rapaz violento e não gostava de se envolver em confusão”.