.

Homem morre em hospital após ser agredido no Centro de Manaus

As agressões foram interrompidas com a chegada da Polícia Militar (PM). O homem ainda chegou a ser socorrido, mas morreu logo depois no hospital Dr. João Lúcio

Carla Albuquerque / redacão@diarioam.com.br

Homem foi espancado por grupo no Centro de Manaus (Foto: Eraldo Lopes)
Homem foi espancado por grupo no Centro de Manaus (Foto: Eraldo Lopes)

Manaus –  Um homem, ainda não identificado, morreu na madrugada deste domingo (18), no Hospital e Pronto-Socorro Dr. João Lúcio, após ser agredido fisicamente. As agressões foram praticadas na Avenida Eduardo Ribeiro, no Centro de Manaus, na noite do último sábado (17).

Vendedores que trabalhavam na avenida informaram que a suspeita é de que o homem estava praticando roubos na área. Durante a prática de um dos crimes, começou a ser seguido por um grupo de 15 pessoas, na Rua Henrique Martins, onde começou a ser agredido. Quando chegaram na Eduardo Ribeiro, o homem foi detido, voltou a ser espancado e foi deixado nu.

As agressões foram interrompidas com a chegada da Polícia Militar (PM). O homem ainda chegou a ser socorrido, mas morreu logo depois no hospital.

Consta no Instituto Médico Legal (IML) que o homem tem entre 25 a 30 anos e apresenta várias tatuagens pelo corpo. Entre os desenhos, possui um palhaço no antebraço direito, o nome ‘Vera’, no mesmo local, no tórax o nome ‘Adriano e Adriana. Amor eterno’, uma águia no abdômen, uma carpa na perna esquerda e o nome ‘Adriano’ novamente, na coxa direita.