Arthur Neto cobra atenção à Zona Franca em homenagem aos 52 anos do modelo

A defesa foi realizada na abertura da sessão de homenagem aos 52 anos do modelo no plenário Ulysses Guimarães na Câmara dos Deputados, em Brasília

Da redação / redacao@diarioam.com.br

Manaus – O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, defendeu a manutenção da Zona Franca de Manaus e pediu mais atenção do Governo Federal para garantir a sobrevivência do Polo Industrial e, consequentemente, da Floresta Amazônica. A defesa foi realizada na abertura da sessão de homenagem aos 52 anos do modelo no plenário Ulysses Guimarães na Câmara dos Deputados, em Brasília, na tarde desta sexta-feira (15). O prefeito foi convidado para fazer a abertura da sessão.

Discurso ocorreu na tarde desta sexta-feira (15) na Câmara dos Deputados, em Brasília (Foto: Mário Oliveira/Semcom)

Durante a homenagem, de autoria do deputado federal capitão Alberto Neto e coautoria do também deputado federal José Ricardo, o prefeito lembrou que deve-se comemorar o fato de a Zona Franca ser brilhante em seus resultados e se impor como um dos polos mais sofisticados da América Latina e mais vigorosos do país, porém destacou que, por outro lado, o modelo sofre com a falta de infraestrutura.

“Nossa telefonia celular não funciona, nossa internet é precária, precisamos da BR-319 e também não temos um porto de verdade. Eu gostaria de ver investimento em formação de mão de obra, em inovação tecnológica e em acúmulo de capital intelectual”, afirmou. O prefeito também discursou sobre a necessidade de fortalecer os institutos de pesquisa da região e investir em ciência e tecnologia. “A Zona Franca de Manaus é o sustentáculo da floresta amazônica amazonense e, além disso, gera emprego e benesses ao país inteiro e por isso merece ser apoiada”, disse Arthur.

Arthur Virgílio Neto foi convidado a abrir a sessão de homenagem aos 52 anos do modelo Zona Franca de Manaus (Foto: Mário Oliveira/Semcom)

Ainda durante o discurso, Virgílio cobrou mais apoio à (Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) e ao Polo Industrial, que possam ir além dos incentivos fiscais que chegam a R$ 14 bilhões, após serem subtraídos mais de R$ 10 bilhões de impostos que o Amazonas devolve ao Governo Federal. “É preciso fazer essa reforma infraestrutural forte à qual me refiro e agregarmos novos produtos a nossa produção”, observou Arthur.

O prefeito de Manaus também apresentou os riscos à Floresta Amazônica e ao mundo, caso não se garanta com urgência a sobrevivência do modelo Zona Franca de Manaus. “Nós temos a riqueza da água que será a principal commoditie da metade desse século. A Zona Franca garante a sobrevivência da floresta amazônica amazonense e com sua devastação correríamos riscos de atritos militares com potências que estão de olho na nossa região”, finalizou.

Presente à cerimônia, o senador Plínio Valério (PSDB) endossou as palavras do prefeito e falou sobre a necessidade de melhoria do modelo atual. “Ao se comemorar 52 anos, podemos dizer que é algo que deu certo, porém é necessário um forte ajuste com a integração de novas matrizes econômicas focadas no nosso potencial”, alertou.

Reconhecimento

Após 20 anos dedicados ao poder legislativo, em Brasília, tendo sido Deputado Federal pelo PSDB, de 1995 a 1999 e de 1999 a 2003, além de Senador da República também pelo PSDB, de 2003 a 2011, Arthur Virgílio Neto foi reconhecido por todos os participantes da cerimônia como um exemplo de luta por todas as causas em defesa da Amazônia.

O proponente da homenagem, deputado federal Capitão Alberto Neto afirmou estar lisonjeado em poder comemorar os 52 anos da Suframa. “Eu me sinto emocionado de poder estar ao lado do prefeito Arthur Virgílio Neto homenageando a Suframa por tudo que representa e pelas inúmeras batalhas que travou nesta casa em defesa da Zona Franca”, afirmou.

O superintendente da Suframa, coronel Alfredo Menezes, também exaltou a presença do prefeito na homenagem. “É uma honra comemorarmos os 52 anos de nossa instituição aqui em Brasília com a bancada federal do Amazonas e também com a presença do prefeito Arthur, que para nós é um motivo de muito orgulho e agradecimento”, disse Menezes.