No Amazonas, 10% dos eleitores são filiados a partidos políticos, aponta TSE

Levantamento mostra que 237,6 mil pessoas aptas a votar nas eleições de outubro têm ligação com as legendas, um aumento de 11.945 mil filiados, se comparado com o mês de junho de 2016

Asafe Augusto / redacao@diarioam.com.br

Manaus – Das mais de 2,4 milhões de pessoas aptas a votar, no Amazonas, nas eleições deste ano, 237,6 mil, pouco menos que 10%, são filiadas a algum partido político dentre os 35 que possuem executiva no Estado. As informações são de um levantamento feito no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Durante a eleição suplementar no Amazonas, ocorrida em 2017, os eleitores filiados eram no total de 230,3 mil (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr)

O cientista político e professor Elso do Carmo afirmou ser uma surpresa que quase 10% dos eleitores do Amazonas são filiados a partidos políticos, pois, segundo ele, no mundo inteiro, as pessoas têm pouco interesse em se filiar.

“Às vezes a pessoa até simpatiza, mas não é filiado. A filiação se dá mais por aquele que tem a pretensão de concorrer a um cargo eletivo. Isso que ocorre na grande maioria”, afirmou.

Elso apontou que existem também as filiações fisiológicas que culminam em troca de favores. “Pessoas que se filiam a partidos, principalmente, quando estão no poder. É a condição de auferir alguma vantagem, favor”, comentou.

Segundo ele, um dos fatores que não permite o aumento expressivo de filiados é o desinteresse com a política causado pelos inúmeros escândalos e até falta de ideologia dos partidos.

“Cada vez mais a população está descrente das próprias eleições. Isso é mais um motivo para se procurar menos os partidos políticos que se mostram quase nada ideológicos. As pessoas só procuram por um interesse fisiológico geralmente indevido”, concluiu.

No levantamento realizado no site do Tribunal Superior Eleitoral, foi possível notar que, apesar de ser baixa a adesão por filiação, ela teve um aumento de 11.945 mil filiados, se compararmos o mês de junho de 2016, com 225.683 mil, a junho de 2018, com 237.628 mil eleitores filiados a partidos políticos.

Durante a eleição suplementar no Amazonas, ocorrida em 2017, os eleitores filiados eram no total de 230.325 mil. O pleito serviu para escolher um governador ‘tampão’ para ocupar a vaga do ex-governador José Melo que teve o mandato cassado por compra de votos.

O Amazonas conta com 35 partidos políticos. O Partido Comunista do Brasil (PCdoB), com 20.954, o que representa 8,818% de todo o Estado, é o que tem mais filiados. Ele é seguido pelo Partido Socialista Cristão (PSC), com 19.152, representando 8,06% dos números gerais. Em terceiro colocado, fica o Partido dos Trabalhadores (PT), com 18.504, ou seja 7,787%. O quarto com mais filiados é o MDB, com 14.953, representando 6,293%, seguido do quinto colocado, o Partido Progressista (PP), que tem 13.476, o que equivale a 5,671% do total de filiados no Amazonas.

De acordo com o levantamento feito no TSE, o Partido Novo (Novo) é que tem menos filiados, pois, conta apenas com 101 pessoas inscritas, o que representa 0,043%, do total de 237.628 em todo o Estado.

O TSE apontou que no Estado, houve, desde 2016, um aumento de 4,6% no número de eleitores, contando atualmente com 2.428.100 aptos a votar. Em todo o País, 147.302.354 eleitores brasileiros poderão votar nos representantes políticos de sua escolha. Este ano, além de eleger o novo presidente da República, os brasileiros em dia com a Justiça Eleitoral vão escolher deputados federais, deputados estaduais ou distritais, dois senadores por Estado e o governador de cada uma das 27 Unidades da Federação.