Omar Aziz oficializa candidatura ao Governo do AM e anuncia Arthur Bisneto como vice

Na convenção partidária, Omar anunciou o nome de Arthur Bisneto como vice na chapa para disputar o governo e fez duras críticas a insegurança que vive o Estado

Jucélio Paiva / redacao@diarioam.com.br

Manaus – Com duras críticas à insegurança que o Estado atravessa, o senador Omar Aziz (PSD) oficializou, na noite deste sábado (4), a candidatura dele ao Governo do Amazonas, e anunciou como vice o deputado federal Arthur Bisneto (PSDB). A parceria com o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, foi apontada por Omar como uma das soluções para programas de melhorias em Manaus e no interior do Amazonas.

O senador criticou o atual governador do Estado, Amazonino Mendes, principalmente no quesito segurança. “O problema de segurança pública não é colocar viatura para passear. Estão desfilando com viaturas na cidade de Manaus. Governador, não é com desfile de viaturas que se combate o narcotráfico. É com programa social. E como disse o Arthur (Neto) há pouco, não dá para esperar mais”, disse.

O evento no Studio 5 teve público de, pelo menos, 12 mil mil pessoas, segundo os organizadores. Com a coligação ‘Amazonas com Segurança’, Omar Aziz apontou projetos para mudar o que ele classificou como situação caótica. “Queremos apontar soluções para o Estado do Amazonas. Queremos apontar soluções não só com o Ronda no Bairro, mas com ronda total. Eu e o Arthuzinho (Bisneto) vamos ocupar Manaus com áreas de ações preventivas e repressivas, em parceiria com o prefeito Arthur”, disse.

O candidato ao cargo de vice-governador do Amazonas, Arthur Bisneto, também criticou os problemas que o Estado passa, principalmente nas áreas de segurança, educação e saúde, e disse confiar em Omar Aziz para mudar o cenário. “O povo do Amazonas está cansado do que está vendo nas suas vidas. O povo do Amazonas não aguenta mais ficar com medo e trancado dentro de casas, enquanto os marginais mandam nas ruas. O povo do Amazonas está cansado de ir aos hospitais e não ter um remédio para curar uma doença. O povo do Amazonas está cansado de ver que a educação no Estado não funciona”, criticou.

Já o prefeito de Manaus, Arthur Neto, criticou o valor de R$ 5 milhões que o Estado deve pagar para ex-prefeito de Nova Iorque Rudolph Giuliani pela consultoria em segurança. Arthur disse que desacreditou no projeto, após ouvir de Amazonino que o programa “renderia frutos” daqui a quatro anos. “Eu falei, meu Deus, daqui a quatro anos eu morri. Daqui a quatro anos me mataram. Daqui a quatro anos Manaus virou de cabeça para baixo e o Amazonas se perdeu. São razões assim bem objetivas. Eu não posso votar em quem não tem a devida experiência para governar. E eu tenho as minhas razões próprias para votar no Omar Aziz porque eu e ele fizemos uma verdadeira ação conjunta”, afirmou.

A coligação conta com o apoio de cinco partidos, Partido Trabalhista Cristão (PTC); Democratas; Patriota; Partido Republicano Brasileiro (PRB) e Partido Humanista da Solidariedade (PHS). Durante a convenção, o nome do veredor Plínio Valério (PSDB) foi lançado pela coligação como candidato ao cargo de senador.

Omar e Arhur atacam insegurança no AM

Omar e Arhur atacam insegurança no AM#d24amSaiba mais: d24am.com/politica/eleicoes-2018/omar-aziz-oficializa-candidatura-ao-governo-do-am-e-anuncia-arthur-bisneto-como-vice/

Posted by D24am on Saturday, August 4, 2018

 

** Atualizada às 21h01 para acréscimo de informações.