PT reafirma apoio a Davi Almeida, mas não define nome para candidato a vice

Antes do anúncio, líderes do PT no Amazonas discutiram por quase duas horas sobre a definição dos nomes que irão disputar as eleições deste ano

Beatriz Gomes / redacao@diarioam.com.br

Manaus – O Partido dos Trabalhadores no Amazonas (PT-AM) oficializou neste domingo (5) que vai indicar o nome do candidato a vice-governador de Davi Almeida (PSB) e um candidato ao Senado, mas a sigla ainda não definiu quem serão os candidatos. Antes do anúncio, líderes do PT discutiram por quase duas horas sobre a definição dos nomes que irão disputar as eleições deste ano.

Em convenção, neste domingo, o PT-AM reafirmou apoio a Davi Almeida, mas não definiu o nome do candidato a vice (Foto: Sandro Pereira)

O presidente estadual do partido, Sinésio Campos, afirmou durante a convenção, em coletiva de imprensa no Sindicato dos Metalúrgicos, bairro Praça 14, zona sul, que a executiva estadual vai seguir o direcionamento da nacional em participar de uma aliança nacional entre PT, PCdoB e PSB, para eleição de Lula como presidente. “Para eleger o Lula presidente, neste momento, vamos ratificar a política nacional com o apoio ao PSB, mas ainda vamos dialogar para definir os nomes. Ainda temos tempo, a chapa nacional decidiu ontem (sábado, 4)mas não fecharam”, disse.

Antes do anúncio, a direção do partido se reuniu, após a decisão da executiva nacional apontar Lula como candidato à Presidência, nesse sábado (5), em São Paulo. Nos bastidores, filiados do partido afirmam que a direção nacional quer apoio exclusivo à candidatura ao Senado da candidata do PCdoB, Vanessa Grazziotin, enquanto apoiadores do ex-senador petista Praciano discordam da indicação.

Em convenção, neste domingo, o PT-AM reafirmou apoio a Davi Almeida, mas não definiu o nome do candidato a vice (Foto: Sandro Pereira)

“Com relação ao Praciano como candidato a vice, ele estava de acordo mas, no finalzinho da reunião, ficou uma indefinição que só será fechada até dia 15”, disse Sinésio. A data é o prazo limite para o registro das candidaturas junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM).

Marcada para começar às 9h, a convenção estadual do PT começou com uma hora e quarenta minutos de atraso para a definição e divulgação dos nomes que disputarão as eleições marcadas para 7 de outubro. Às 10h40, Sinésio abriu a convenção, mas os cargos só foram anunciados por volta das 12h30.

O candidato Davi Almeida chegou 13h, na convenção, e foi apresentado como o nome para o governo do Estado. “Meu partido (PSB) acaba de decidir, em Brasília, pela neutralidade para a Presidência. Existe também um acordo entre PT e PSB em quatro estados e o Amazonas é um deles. Com relação ao Senado, nós temos vagas para o Chico Preto e a segunda vaga é do PT, um entrave que vai ficar para posterior. Estamos aqui para definir o apoio total do PT para a minha candidatura, com ainda uma questão a ser definida com indicação a vice e ao Senado”, disse Davi Almeida.

“Votamos por unanimidade o nome de Davi Almeida. Isso estamos chancelados pela nacional. O entrave será definido pela direção nacional”, afirmou Sinésio.

A direção estadual ainda vai se reunir, na tarde deste domingo, para esta definição.

Em convenção, neste domingo, o PT-AM reafirmou apoio a Davi Almeida, mas não definiu o nome do candidato a vice (Foto: Sandro Pereira)