Pesquisa do IDP crava os resultados finais da eleição para governador

Na pesquisa do INSTITUTO DIÁRIO, do dia 25, Amazonino teria de 51,91% a 63,85% do votos válidos e Braga, de 36,15% a 41,05%

Da Redação

Manaus – O último levantamento eleitoral do INSTITUTO DIÁRIO DE PESQUISA (IDP), publicado no dia 25, registrada da Justiça Eleitoral sob o número AM-09298/2014, praticamente cravou a intenção de votos do eleitor do Amazonas para o governo do Estado, dentro da margem de erro, de 2,45 pontos percentuais, para mais ou para menos.

A última pesquisa do IDP foi realizada nos dias 21, 22, 23 e 24 de agosto (Foto: Raquel Miranda)

A pesquisa constatou que Amazonino Mendes (PDT) obteria 61,4%  (de 51,91%  a 63,85%) do votos válidos,  contra 38,6% de (36,15% a 41,05%) de Eduardo Braga (PMDB). A eleição encerrou, ontem, com 59,22% para Amazonino e 40,78% para Braga. A pesquisa também constatou que haveria 21,8% de votos de branco ou nulos e 8,3% de indecisos. Os resultados da  eleição foram de 19,73%  de nulos e de 4,06% de brancos.

A última pesquisa do IDP foi realizada nos dias 21, 22, 23 e 24 de agosto, envolvendo diversos bairros localizados nas 13 zonas eleitorais de Manaus e 12 zonas eleitorais do interior do Estado. Foram entrevistados 1.600 eleitores. O estudo foi conduzido de modo que a margem de erro máxima fosse de 2,45 pontos percentuais para mais ou para menos, com um intervalo de confiança a 95%.

A pesquisa também perguntou aos eleitores se a opção dos votos é definitiva ou pode mudar. O resultado foi que 79,1% disseram que a opção era definitiva e 16,7% que ainda poderia mudar. Ainda havia 4,2% de eleitores que se diziam indecisos.

SIGA-NOS NAS NOSSAS REDES