A cada 12 horas, uma criança ou adolescente vira mãe, no AM

De acordo com o Governo do Amazonas, quase mil meninas, com idade entre 10 e 14 anos, foram mães este ano no Estado

Manaus – Quase mil meninas com idade entre 10 e 14 anos foram mães este ano no Amazonas. Segundo dados do Portal de Informações Governamentais do Governo (E-Siga), até o último dia 21, 988 crianças e adolescentes tinham dado a luz a um bebê no Estado. Isso significa que, em média, a cada 12h, uma nova criança ou adolescente vira mãe.

Dados do Portal E-Siga mostram que 14.378 mulheres iniciaram a maternidade na juventude (Foto: Divulgação/Agência Brasil)

A situação é ampliada com relação à faixa etária de 15 a 19 anos. Este ano, os dados do Portal E-Siga mostram que 14.378 iniciaram a maternidade na juventude, no Estado. São, em média, 39 novos partos em mães adolescentes no Amazonas.

As informações fazem parte do Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos do Ministério da Saúde (MS), que monitora os nascimento pela Rede Cegonha em todo o País.

Em todo o Estado, um em cada quatro nascimentos veio de uma mãe em idade entre 10 e 19 anos, segundo o levantamento. Até o dia 21 deste mês, o E-Siga contabilizou 61.251 nascimentos de mães de todas as idades.
O levantamento também apontou a morte de 52 gestantes durante o trabalho de parto no Estado. O E-Siga, no entanto, não especificou a faixa etária das mães.

2017

O Amazonas registrou, em 217, um total de 782 nascimentos de crianças com mães que tinham menos de 15 anos de idade. O número para essa faixa etária é o menor registrado nos últimos cinco anos da pesquisa, conforme dados divulgados em outubro pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE).

Pelo recorte de faixa etária diferente do usado pelo E-Siga, a reportagem não conseguiu fazer o panorama comparativo. No entanto, em 2017, conforme os dados do IBGE, as mulheres entre 15 e 29 anos foram aquelas que mais tiveram filhos, totalizando 51.387 nascimentos, também no ano passado. Desse grupo, as que tinham entre 20 e 24 anos lideraram o número de bebês (28,5% do total).

As mulheres com idade entre 45 e 49 anos tiveram 150 crianças, e aquelas com mais de 50 anos geraram 17 nascimentos. O total de nascimento, em 2017, no Estado, foi de 71.958.

O dado

988 crianças e adolescentes, com idades entre 10 e 14 anos, deram a luz a um bebê no Estado, segundo dados do Portal de Informações Governamentais do Governo (E-Siga). De 15 a 19 anos, são 14.378 partos, neste ano.