Ação autua 12 caminhões em zona de restrição na avenida Mário Ypiranga

Veículos foram notificados por circularem fora do horário

Manaus – Ação de ficalização na Zona Máxima de Restrição de Circulação (ZMRC) realizada nesta quinta-feira (15), na avenida Mário Ypiranga Monteiro, zona centro-sul de Manaus, autuou 12 caminhões que circulavam na área, via regulamentada para o trânsito de veículos pesados.

(Foto: Divulgação / IMMU)

Os agentes realizaram a verificação de documentos e inspeções físicas, assegurando que os caminhões estivessem dentro dos limites de peso e horário estipulados para a avenida. Doze caminhões foram notificados por circularem fora do horário.

A operação visou monitorar a observância dos horários permitidos e o peso dos veículos em circulação, em conformidade com as normas de trânsito estabelecidas para a via. A iniciativa faz parte dos esforços contínuos para garantir a segurança e a fluidez do trânsito na região.

“O cumprimento das normas de circulação é crucial, especialmente em vias com restrições específicas como a avenida Mário Ypiranga Monteiro. Continuaremos com essas operações para garantir que as leis sejam respeitadas, contribuindo, assim, para uma mobilidade urbana mais eficiente e segura”, disse diretor de Operações do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), Stanley Ventilari.

Zona Máxima de Restrição

De acordo com as regras de circulação, os veículos com até 16 toneladas podem circular das 6h às 9h. Já os caminhões com até oito toneladas têm a circulação permitida das 9h às 20h. A ZMRC inclui, além da Mário Ypiranga Monteiro, as avenidas Constantino Nery, Djalma Batista, Maceió, Umberto Calderaro Filho e trechos de mais dez ruas do centro da cidade.

As empresas transportadoras ou proprietários de veículos pesados, que necessitarem transportar cargas com urgência ou motivos de força maior, devem solicitar o documento no setor de Atendimento do IMMU, na avenida Urucará, 1.180, bairro Cachoeirinha, zona sul, das 8h às 14h. Os argumentos apresentados serão analisados pela diretoria de Engenharia, que poderá acatar ou não o pedido.

Anúncio