Após desabamento de escada, passarela será demolida

A informação foi confirmada pelo prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, que esteve no local do desabamento na noite desta quarta-feira (13)

Manaus – A passarela que desabou parcialmente na avenida Torquato Tapajós, na tarde desta quarta-feira (13), vai ser demolida. A informação foi confirmada pelo prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, que informou que o proprietário do posto de combustíveis, localizado ao lado da passarela, vai ser denunciado por crime ambiental.

Segundo o prefeito Arthur Virgílio Neto, o posto de combustíveis, localizado ao lado da passarela, será denunciado por crime ambiental (Foto: Jucélio Paiva/Divulgação)

O prefeito afirmou que o igarapé foi estreitado, após uma obra no posto de combustíveis atingir a margem do igarapé. Na tarde desta quarta-feira, em decorrência da forte chuva, o igarapé transbordou, causando o afunilamento da estrutura da passarela que teve a escada comprometida e desabou, segundo o titular da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), Kelton Aguiar.

Durante toda a noite desta quarta-feira, funcionários da Seminf vão atuar para retirar a estrutura da passarela que caiu no Igarapé (Foto: Jucélio Paiva/Divulgação)

A princípio, a obra para recuperar a passarela demoraria de 10 a 15 dias, mas o prefeito Arthur Neto disse que por ter sido construída em cima de um igarapé, a passarela vai ser demolida e construída em outro local. “Vai ser toda retirada porque foi feita perto do igarapé, e vamos ver com a SMTU (Superintendência Municipal de Transportes Urbanos), se ela vai ficar mais para frente ou mais para trás, mas aqui neste lugar ficou comprovado que não deveria ser o lugar adequado”, disse.

Durante toda a noite desta quarta-feira, funcionários da Seminf vão atuar para retirar a estrutura da passarela que caiu no Igarapé.