Após explosão, condomínio tem apartamentos interditados em Manaus

De acordo com a Defesa Civil, o bloco foi condenado por apresentar riscos de desabamento

Manaus – A forte explosão que atingiu o bloco de um condomínio na zona norte, nesta quarta-feira (24), resultou na interdição de oito apartamentos. A área foi isolada e nesta quinta-feira (25), a equipe da Defesa Civil deve retornar ao condomínio, para finalizar a vistoria e concluir o laudo. De acordo com a Defesa Civil, o bloco foi condenado por apresentar riscos de desabamento.

Segundo o diretor de operações da Defesa Civil, identificado como major Robson Falcão, “Os oito apartamentos foram condenados, não podem ser utilizados. Todo o prédio foi interditado e a área isolada, para evitar qualquer tipo de problema. O Instituto de Perícia Criminalística, da Polícia Civil, foi acionado, para também fazer o seu laudo e liberar o espaço ao condomínio, para que sejam feitas as demolições necessárias, uma vez que o local está em risco de desabamento, por isso foi interditado”, finalizou.

A Defesa Civil interditou cerca de 8 apartamentos do bloco que sofreu a explosão(Foto: Reprodução)

Por conta da interdição dos apartamentos, sete famílias foram cadastradas pela Secretaria da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), para serem inseridas no programa de auxílio-aluguel até a liberação futura dos blocos atingidos.

Vítimas

Ao menos uma pessoa ficou ferida durante a explosão do gás de cozinha. Até o momento, o Hospital e Pronto Socorro 28 de Agosto não atualizou o quadro da vítima, para onde foi transferida.

Segundo o Corpo de Bombeiros, a vítima estaria com 80% do corpo queimado e estaria consciente no momento em que foi socorrido, sendo encaminhado ao hospital em estado grave.

Nota SES

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM) informa que 5 vítimas do acidente no Condomínio Verona receberam atendimento nas unidades de saúde da rede estadual ainda na noite de quarta-feira (24).

Uma vítima adulta, do sexo masculino, foi levada para a Centro de Tratamento de Queimados (CTQ), do HPS 28 de Agosto. Ele apresenta queimaduras em 80% do corpo e está recebendo cuidados da equipe médica e de enfermagem da unidade. O paciente realizou, na manhã desta quinta-feira (25), uma nova avaliação médica.

Quatro vítimas, todas crianças, receberam os primeiros atendimentos na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Campos Sales e foram encaminhadas em seguida para os Pronto-Socorros da Criança da Zona Oeste e Zona Sul, onde estão recebendo tratamento médico e sendo acompanhadas pela equipe multiprofissional da unidade.

Informações sobre quadro de saúde de pacientes são reservadas à família.

Anúncio