Arquidiocese apresenta cronograma de reabertura de igrejas em Manaus

O processo inicia nesta quarta-feira (24), com a abertura das igrejas para orações, práticas devocional pessoal, sem a concentração de pessoas

Manaus – Em coletiva de imprensa, a Arquidiocese de Manaus divulgou as medidas que serão adotadas pelas igrejas católicas durante a reabertura gradual das suas atividades, na manhã desta segunda-feira (22), na área externa do Centro Arquidiocesano São José, na rua Major Gabriel, centro de Manaus.

(Foto: Yago Frota/GDC)

De acordo com Leonardo Steiner, arcebispo metropolitano de Manaus, o processo inicia nesta quarta-feira (24), com a abertura das igrejas para orações, práticas devocional pessoal, sem a concentração de pessoas. As celebrações de missas serão retomadas neste domingo (28), com restrições.

“No próximo dia 28, iniciaram as celebrações com um número limitado de agentes e algumas pessoas. A lotação será de 30%. Os membros da igreja serão treinadas para receber as pessoas e irão fazer o cálculo, respeitando o distanciamento, com um banco sim e um não, além dos espaços laterais. Com isso, terão uma ideia de quantas pessoas poderão adentrar na igreja”, explicou.

As missas terão a duração de no máximo 1h30 e os intervalos serão de no mínimo 5h. O uso se máscara é obrigatório e na própria igreja será disponibilizado álcool em gel 70%, antes e depois das celebrações.

blank

(Foto: Acervo/GDC)

Outras medidas adotadas pela igreja católica, segundo o arcebispo Steiner, é que só poderão participar pessoas fora do grupo de risco e crianças acima de 12 anos. Nas igrejas serão colocadas orientações em locais visíveis para informar os fiéis. “A comunhão será distribuída exclusivamente nas mãos, as hóstias serão colocadas na palma, evitando contato”, disse.

Por se tratar de um processo gradual, continuam suspensas as reuniões de pastorais, catequese, grupos de serviços e movimentos. Para mais informações, basta entrar em contato com a sua paróquia ou a Arquidiocese de Manaus.

Anúncio