Arquidiocese de Manaus promove campanha de plantio de árvores em memória aos mortos pela Covid

Ação começa com a missa de finados, nesta segunda-feira(02), às 7h30, na Catedral Metropolitana de Manaus

Manaus – Nesta ano de 2020, em meio à pandemia, não será realizada a missa tradicional de Finado em frente ao Cemitério São João Batista. A celebração vai ocorrer na Catedral Metropolitana de Manaus, no dia 2 de novembro, às 7h30, quando também inicia a Campanha Árvore da Esperança, com o plantio de uma árvore na praça da Matriz.

(Foto: Sigrid Avelino/Divulgação)

“O Dia de Finados lembra os mortos, mas lembra que somos vivos e vivemos da vida nova ofertada por Jesus com sua morte de cruz e ressurreição. Por isso, queremos lembrar os mortos lembrando a vida: a morte de nossos irmãos e irmãos, mas também a morte da natureza. Vivemos o padecer da natureza e sua morte nas queimadas na região amazônica e no Pantanal. Pedimos que todas as nossas comunidades no dia Finados iniciem a celebração plantando uma árvore. Uma árvore para fazer memória dos irmãos e irmãs que morreram por conta da pandemia do novo coronavírus. Árvore também como um sinal profético diante dos desmatamentos e queimadas”, conforme afirmou Dom Leonardo Steiner na carta enviada às paróquias e áreas missionárias.

Diante do apelo, lançou no dia 11 de outubro, a Campanha Árvore da Esperança, que acontecerá de 2 de novembro a 8 de dezembro, começando com a missa de finados, às 7h30, na Catedral Metropolitana de Manaus.

A Catedral Metropolitana está solicitando apoio para obter mudas a serem distribuídas às comunidades. As mudas devem ser solicitadas pelas comunidades por meio do e-mail [email protected], com o assunto “Solicitação para pegar mudas de árvore”.

Anúncio
Anúncio