Arthur anuncia continuação das visitas ao Bosque da Ciência

Uma Carta de Intenção foi assinada, entre a prefeitura e o Inpa, para garantir as visitações. A medida é de caráter imediato

Manaus – O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, anunciou, na tarde desta quarta-feira (10), a continuação das visitas ao Bosque da Ciência, do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa). Uma Carta de Intenção foi assinada, entre a prefeitura e o Inpa, para garantir as visitações. A medida é de caráter imediato.

Conforme o prefeito, no próximo sábado (13) será feita a abertura e a assinatura formal do convênio, que permite que se mantenha o funcionamento do Bosque da Ciência. A paralisação das atividades na unidade foi anunciada no início desta semana pelo Inpa, por conta da falta de pessoal e recursos financeiros para a manutenção da área.

Para que as visitações ao espaço não sejam interrompidas, a prefeitura fornecerá estagiários e bolsistas dos programas Bolsa Universidade e Bolsa Idiomas para atuar no local. Ao todo, serão disponibilizados 20 estagiários e 46 bolsistas.

“O Bosque da Ciência não fechará as portas. A prefeitura vai ajudar financeiramente e com outras medidas administrativas, para que essa atração turística, esse patrimônio científico se mantenha de pé”, afirmou o prefeito.

Conforme o prefeito, no próximo sábado (13) será feita a abertura e a assinatura formal do convênio, que permite que se mantenha o funcionamento do Bosque da Ciência (Foto: Yago Frota/GDC) Foto: Yago Frota

A medida será válida por um período de três meses, podendo ser renovada. Os bolsistas e estagiários serão treinados pelas equipes da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semmas) e da Secretaria Municipal de Administração, Planejamento e Gestão (Semad), por meio da Escola de Serviço Público Municipal e Inclusão Socioeducacional (Espi/Semad), além do próprio Inpa.

“Vamos colocar estagiários, além de iluminação. Vamos ver quais são as maiores necessidades do local, para que possamos oferecer a melhor recepção a quem visita uma das maiores atrações de Manaus”, acrescentou Arthur.

Na manhã desta quarta-feira, o secretário municipal de Finanças, Tecnologia da Informação e Controle Interno (Semef), Lourival Prata, se reuniu com a diretoria do Inpa para tratar sobre os ajustes necessários para o repasse de verba, firmada em um convênio com o Instituto, pelo período de três meses. Além disso, a medida também envolve a elaboração de um estudo de viabilidade técnica e econômica para a concessão do Bosque da Ciência para a iniciativa privada.

O prefeito de Manaus também já solicitou uma audiência com o ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, para tratar do assunto, de forma permanente. Arthur afirmou que está aguardando a confirmação do ministro.

Anúncio